app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5736
Economia

IBGE prev� safra recorde em 2006

| Luciana Rodrigues O Globo O IBGE prevê uma safra recorde para 2006, apesar da redução da área plantada este ano. No prognóstico do instituto, a área de plantio será 4,68% menor. Mas como houve uma frustração de safra em 2005, espera-se um aumento de p

Por | Edição do dia 08/01/2006 - Matéria atualizada em 08/01/2006 às 00h00

| Luciana Rodrigues O Globo O IBGE prevê uma safra recorde para 2006, apesar da redução da área plantada este ano. No prognóstico do instituto, a área de plantio será 4,68% menor. Mas como houve uma frustração de safra em 2005, espera-se um aumento de produtividade, com colheita maior. No caso da soja, por exemplo, a estimativa é de uma produtividade 21% maior, com a safra aumentando 16%, apesar de uma redução de 6% na área plantada. Segundo Neuton Alves Rocha, gerente do Levantamento Sistemático de Pordução Agrícola do IBGE, os agricultores reduziram o plantio porque os preços dos principais produtos não estão atrativos. “Algodão, soja, milho e arroz estão com os preços em queda. Apenas o feijão está cotado em patamares compatíveis com os custos dos produtores”, afirmou. Seca no Sul Se confirmada a atual projeção do IBGE, a safra deste ano será recorde histórico no Brasil. O segundo prognóstico para a safra de 2006 do IBGE, divulgado nesta quinta-feira, prevê que serão colhidas 127,612 milhões de toneladas de cereais, leguminosas e oleaginosas no país, no melhor resultado desde 2003, quando a safra foi de 123,6 milhões. Mas os técnicos do IBGE alertam que há alguns sinais de condições climáticas adversas, sobretudo no Sul do país, o que poderia levar a uma frustração dessa expectativa recorde de safra. No Sul, estão concentrados os cultivos de soja e milho. “Há alguns focos de estiagem no Sul. Ainda não é perda, porque se vierem as chuvas, essas lavouras poderão ser recuperadas. Só vai depender do clima para a safra de 2006 ser recorde”, disse o gerente do Levantamento Sistemático de Produção Agrícola do IBGE, Neuton Alves Rocha. Em 2005, o País colheu 112,715 milhões de toneladas de cereais, leguminosas e oleaginosas. O resultado representa uma queda de 5,51% em relação à safra de 2004, quando foram colhidas 119,294 milhões de toneladas de grãos. A área colhida foi de 47,604 milhões de hectares, o que representa uma queda de 0,58% em relação ao ano anterior.

Mais matérias
desta edição