app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5729
Economia

Previd�ncia privada eleva capta��o

| Janaína Leite Folhapress São Paulo - Mudanças nas regras de tributação estimularam a adesão dos brasileiros ao fundos de previdência privada em 2005. Números divulgados pela Associação Nacional da Previdência Privada (Anapp) mostram que eles captara

Por | Edição do dia 12/02/2006 - Matéria atualizada em 12/02/2006 às 00h00

| Janaína Leite Folhapress São Paulo - Mudanças nas regras de tributação estimularam a adesão dos brasileiros ao fundos de previdência privada em 2005. Números divulgados pela Associação Nacional da Previdência Privada (Anapp) mostram que eles captaram R$ 19,5 bilhões no ano passado. O montante está 3,9% acima do registrado em 2004. Assim, o volume de recursos administrados nesse mercado chegou a R$ 77,2 bilhões em 2005, alta de 25,79% na comparação com o ano retrasado. Foram 325.204 beneficiários da previdência privada em 2005, diz a Anapp, alta de 24% sobre 2004, com 262.245 beneficiários. “Houve queda nos primeiros meses do ano, as pessoas decidiram esperar até entenderem as regras. Quando isso aconteceu, as captações foram muito boas”, disse o presidente da Anapp, Osvaldo do Nascimento. Para 2006, a expectativa é que as contribuições aumentem e, no fim de junho, as reservas dos planos abertos somem R$ 100 bilhões. No ano, o total deve bater R$ 118 bilhões. Previdência complementar é aquela que as pessoas pagam além das contribuições ao INSS (trabalhador com carteira assinada) ou ao Regime Jurídico Único (funcionários públicos). Há dois tipos: fundos de pensão e planos abertos. O primeiro reúne cidadãos com algum vínculo empregatício ou associativo e tem as contribuições divididas entre patrão e empregado. O segundo é individual, e sua responsabilidade é do próprio contribuinte. O resultado de 2005 foi influenciado pela captação recorde, de R$ 3,35 bilhões, de dezembro. Até novembro, o setor registrava crescimento de 1,41% nas captações. Os depósitos de dezembro representaram um acréscimo de 76,4% frente a novembro e uma expansão de 17,78% na comparação com o último mês de 2004.

Mais matérias
desta edição