app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5731
Economia

PIB do Jap�o tem crescimento de 5,5%

| Vinicius Albuquerque Folhapress São Paulo - A economia do Japão registrou crescimento de 1,4% no quarto trimestre de 2005, informou na sexta-feira o governo. Mantida essa taxa no ano todo, o crescimento da economia japonesa teria atingido uma marca pr

Por | Edição do dia 19/02/2006 - Matéria atualizada em 19/02/2006 às 00h00

| Vinicius Albuquerque Folhapress São Paulo - A economia do Japão registrou crescimento de 1,4% no quarto trimestre de 2005, informou na sexta-feira o governo. Mantida essa taxa no ano todo, o crescimento da economia japonesa teria atingido uma marca próxima a 5,5% - contra uma expansão real de 2,8%, maior desde 2000 (quando registrou expansão de 2,9%). Tal resultado anualizado é o maior registrado pela economia japonesa -segunda maior do mundo, atrás apenas dos EUA - desde o primeiro trimestre de 2005. As exportações de carros e os sólidos gastos do consumidor impulsionaram a atividade econômica do país entre outubro e dezembro do ano passado. Os aparelhos de TV de tela plana e tocadores de MP3 foram os alvos dos consumidores do país, segundo o porta-voz do governo, Fumikazu Hida. Os indicadores sinalizam que a economia japonesa vem saindo do período de estagnação e recessão enfrentado nos últimos anos. “Os números são fortes”, disse o economista-chefe do banco BNP Paribas em Tóquio, Ryutaro Kono, segundo o diário americano “The Wall Street Journal”. “A demanda tanto interna como externa permanece sólida.” O inverno rigoroso no Japão estimulou um crescimento generalizado do consumo no país, de combustível para calefação a refrigerantes. As empresas japonesas também investiram mais em novas fábricas e em desenvolvimento de software, segundo o governo. O consumo pessoal, que responde por mais da metade do Produto Interno Bruto (PIB) japonês, cresceu 0,8% na comparação com o trimestre anterior. As exportações cresceram 3,1% e os investimentos em fábricas e equipamentos, 1,7%. O chefe dos porta-vozes do governo, Shinzo Abe, comemorou os resultados. “Esperamos que a economia japonesa continue sua suave recuperação (...) Estou extremamente grato que as reformas tenham produzido resultados definidos.” Desde 2003 a economia do país vem ganhando fôlego -o crescimento naquele ano foi de 1,8% e, em 2004, 2,3%, ofuscando os fiascos de 2001 (0,4%) e 2002 (0,1%).

Mais matérias
desta edição