app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5731
Economia

Combust�veis impulsionam infla��o

Jacqueline Farid Fabíola Salvador Agência Estado Rio de Janeiro - A gripe aviária contribuiu para segurar a inflação em março, mas não evitou uma alta de 0,43% no Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), provocada pelos reajustes nos combustíveis.

Por | Edição do dia 09/04/2006 - Matéria atualizada em 09/04/2006 às 00h00

Jacqueline Farid Fabíola Salvador Agência Estado Rio de Janeiro - A gripe aviária contribuiu para segurar a inflação em março, mas não evitou uma alta de 0,43% no Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), provocada pelos reajustes nos combustíveis. Em fevereiro, a taxa havia sido de 0,41%. Álcool e gasolina contribuíram, sozinhos, com 0,29 ponto, ou 67% do índice de março. Os dados foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) vieram dentro das estimativas de analistas de mercado e confirmaram a convergência da inflação em direção à meta de 4,5% estipulada para este ano pelo Banco Central (BC). No acumulado de 12 meses, a taxa do IPCA, referência para as metas de inflação do governo, recuou mais uma vez, para 5,32% até março (a menor variação desde maio de 2004), ante 5,51% em fevereiro. Do lado contrário à forte pressão dos combustíveis, o frango caiu 12,15% em março, com contribuição de -0,10 ponto sobre a taxa total. ///

Mais matérias
desta edição