app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5735
Economia

FMI pede que Brasil n�o gaste mais

| Aguinaldo Novo Agência O Globo São Paulo - O Brasil crescerá 3,5% este ano, informou ontem o Fundo Monetário Internacional (FMI), que pediu ao país para resistir à tentação de aumentar as despesas públicas, diante das eleições de outubro. “Para conti

Por | Edição do dia 20/04/2006 - Matéria atualizada em 20/04/2006 às 00h00

| Aguinaldo Novo Agência O Globo São Paulo - O Brasil crescerá 3,5% este ano, informou ontem o Fundo Monetário Internacional (FMI), que pediu ao país para resistir à tentação de aumentar as despesas públicas, diante das eleições de outubro. “Para continuar o progresso realizado na redução da dívida pública, será importante resistir às pressões para afrouxar a política fiscal e manter superávit primário alto”, que refletem o saldo das contas do país antes do pagamento da dívida, afirmou o FMI. No relatório Perspectivas Econômicas Mundiais, divulgado ontem às vésperas da reunião de meado do ano do órgão junto com o Banco Mundial, o FMI afirma que será importante que o Brasil adote reformas para aumentar seu crescimento a médio prazo, como as destinadas a melhorar sua política fiscal e o clima de negócios. O relatório constata que a atividade econômica no Brasil diminuiu “drasticamente” no ano passado. Em 2005, o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do país foi do 2,3%, e em 2004 de 4,9%. ///

Mais matérias
desta edição