app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5692
Economia

Bancos oficiais evitam corte de gastos

| Irany Tereza Agência Estado O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal pagaram à União, em dividendos, R$ 6,384 bilhões de janeiro a agosto deste ano. Isso significa 66,5% de todos os

Por | Edição do dia 22/10/2006 - Matéria atualizada em 22/10/2006 às 00h00

| Irany Tereza Agência Estado O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal pagaram à União, em dividendos, R$ 6,384 bilhões de janeiro a agosto deste ano. Isso significa 66,5% de todos os dividendos pagos ao Tesouro por empresas estatais no período (R$ 9,6 bilhões). O documento “Visão de Desenvolvimento” elaborado por técnicos do BNDES, revela que “as receitas adicionais de dividendos foram importantes para que o governo não fosse obrigado a fazer o ajuste por cortes, que poderiam ter um impacto negativo sobre os programas sociais em andamento”. Para o economista Alexandre Marinis, da Mosaico Economia Política, o documento é “uma clara admissão de que, para evitar aumento de impostos e corte de gastos, o governo está usando o lucro dos bancos oficiais, o que até agora não era admitido”. ///

Mais matérias
desta edição