app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5655
Economia

Maceió é a cidade mais procurada do País para o carnaval

Estudo foi feito com base na procura por pacotes de viagens nacionais e internacionais no site e no aplicativo da Decolar

Por Hebert Borges | Edição do dia 06/01/2024 - Matéria atualizada em 06/01/2024 às 04h00

Nem Rio de Janeiro, nem Salvador, também não é Recife. A cidade mais procurada pelos turistas brasileiros para passar o carnaval é Maceió, de acordo com levantamento da empresa Decolar, uma das maiores empresas de viagens do Brasil. O estudo foi realizado com base na procura por pacotes de viagens nacionais e internacionais no site e no aplicativo da companhia.

O Rio de Janeiro aparece em segundo lugar e Salvador em terceiro. Maragogi é outra cidade alagoana que consta entre os principais destinos de carnaval, ocupando o 9º lugar. Quando o assunto é a preferência dos estrangeiros por cidades brasileiras no período de carnaval, destaque para Rio, São Paulo e Salvador. Maceió fica em 5º lugar nesse quesito.

“O carnaval é uma das festas mais tradicionais de nosso país. Já registramos um aumento de 114% na busca de pacotes de viagem nacionais e internacionais para a data”, diz Daniela Araújo, diretora de Produtos Não Aéreos da Decolar.

De novembro de 2023 até março deste ano, a Prefeitura de Maceió estima que a capital alagoana vai receber 1,5 milhão de visitantes e está com a ocupação hoteleira próxima aos 100%. Segundo a prefeitura, a indústria do turismo responde atualmente por cerca de 20% de toda a movimentação financeira maceioense, com mais de 50 atividades econômicas beneficiadas - a maior parte operada por micro e pequenos empreendimentos, de acordo com dados de pesquisa realizada pelo trade turístico local.

Cálculo divulgado pela Secretaria de Turismo de Maceió mostra que cada turista permanece, em média, 5 dias, com gasto diário na faixa dos R$ 2.100. Nesta dinâmica, estão incluídos itens como hospedagem, alimentação, deslocamentos, vestuário, beleza e compras.

Atualmente, Alagoas conta com 45 mil leitos em diversos empreendimentos de hospedagem, e o setor está em expansão. Ao todo, 16 unidades estão em construção e devem agregar mais outros quatro mil leitos até 2025 no estado. O trade turístico possui atualmente mais de 800 empreendimentos de hospedagens, emprega mais 40 mil pessoas de forma direta e gera mais outros 120 mil empregos indiretos em Alagoas.

A Secretaria de Estado do Turismo de Alagoas (Setur) estima que a alta temporada vai provocar a injeção de R$ 2 bilhões na economia alagoana. A secretária Bárbara Braga atribui os bons resultados à vocação turística do estado.

Mais matérias
desta edição