app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5647
Economia

Renan Filho assina neste sábado ordem para construção de ponte

Solenidade contará com presença dos governadores de Alagoas e Sergipe e dos prefeitos dos dois municípios

Por Hebert Borges | Edição do dia 13/01/2024 - Matéria atualizada em 13/01/2024 às 04h00

Com investimentos previstos de R$ 203 milhões, será assinada neste sábado (13) a ordem de serviço para construção da ponte na BR-349, que ligará as cidades de Penedo (AL) e Neópolis (SE), na região do Baixo São Francisco. O prazo estimado para execução dos projetos e das obras é de 36 meses.

A cerimônia acontece no Centro Histórico de Penedo, com a presença do ministro dos Transportes, Renan Filho, do Governador de Alagoas, Paulo Dantas, e do prefeito de Penedo, Ronaldo Lopes.

Representando o estado de Sergipe, devem estar presentes o Governador Fábio Mitidieri (PSD) e o prefeito de Neópolis, Célio Bezerra. Membros da bancada federal dos dois estados e outras autoridades também devem participar.

O ministro Renan Filho destaca que a obra representa um impulso no desenvolvimento do Nordeste e o início de uma nova etapa para os dois estados. “Por meio dela, a produção regional poderá ser transportada com mais facilidade, aquecendo a economia local, além do impacto positivo para o turismo do sul de Alagoas e do norte de Sergipe, gerando mais emprego e renda para os dois estados”, afirmou.

O prefeito de Penedo, Ronaldo Lopes, lembrou do esforço para que a ponte se tornasse realidade. “A ponte Penedo-Neópolis deixou de ser uma promessa a partir do momento em que nós conseguimos fazer o projeto da obra, com apoio do então deputado federal Renan Filho. Todos os trabalhos relacionados com a engenharia e licenciamento ficaram prontos, mas não houve interesse do governo federal em licitar a obra até o ano passado. Agora, com o Presidente Lula e o ministro Renan Filho, Alagoas e Sergipe ganham esse investimento fundamental para um novo impulso no desenvolvimento dos dois estados”.

PROJETO

A ponte é um sonho antigo dos moradores da região, que hoje só fazem a travessia por meio de balsas. O projeto contempla acessos, calçadas e ciclovias, entre outras benfeitorias. A ponte terá 1,18 quilômetro de extensão, além de 12,25 quilômetros de acessos. A estrutura terá 21,1m de largura, comportando calçada e ciclovias e vão central com 300m para viabilizar a navegação. A estimativa é que cerca de 80 mil moradores do Baixo São Francisco serão beneficiados com o empreendimento.

A construção da ponte Penedo-Neópolis faz parte de um conjunto de obras estruturantes para melhorar a malha viária nos estados de Sergipe e Alagoas.

A nova estrutura permitirá maior segurança no deslocamento dos habitantes das regiões, uma vez que o rio São Francisco representa um indutor histórico da região.

Do ponto de vista econômico,a obra deve gerar empregos diretos e indiretos, movimentar o turismo, reduzir o tempo de viagens, aumentar as condições de segurança de usuários da rodovia e da população local, facilitar o acesso das populações locais aos serviços sociais, melhorar as condições de escoamento dos produtos locais e reduzir os custos operacionais dos veículos, com impactos positivos no preço dos fretes e das tarifas pagas pelos usuários.

Atualmente, o acesso até Neópolis, a partir de Aracaju, pode ser feito tanto pelo interior, pelas BR-101 e 335, em percurso de cerca de 120 quilômetros, como também pelo litoral, pela SE-100, em um percurso de cerca de 110 quilômetros.

A partir de Maceió, o acesso até Penedo tem o menor percurso, com cerca de 170 quilômetros de extensão, pelas rodovias BR-101 e AL-105.

Mais matérias
desta edição