app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5756
Esportes

Flamengo tem novidades no confronto diante do Cruzeiro

Rio de Janeiro – A maior novidade no Flamengo para o jogo deste domingo, contra o Cruzeiro, no Maracanã, às 17 horas, está no comando técnico. Evaristo de Macedo faz a sua estréia, substituindo Lula Pereira, demitido um dia após a derrota para o Gama, qua

Por | Edição do dia 01/09/2002 - Matéria atualizada em 01/09/2002 às 00h00

Rio de Janeiro – A maior novidade no Flamengo para o jogo deste domingo, contra o Cruzeiro, no Maracanã, às 17 horas, está no comando técnico. Evaristo de Macedo faz a sua estréia, substituindo Lula Pereira, demitido um dia após a derrota para o Gama, quarta-feira, no Distrito Federal. Evaristo tem uma difícil missão pela frente: recuperar a credibilidade da renovada equipe rubro-negra, que só venceu uma partida no Brasileiro, justamente na rodada de abertura, quando enfrentou o Internacional, em Porto Alegre, por 3x1. Com apenas quatro dias à frente do time da Gávea, Evaristo de Macedo promete novidades, embora saiba que as opções são poucas. O atacante Caio, com uma lesão na coxa, continua de fora. O lateral-esquerdo Athirson, poupado contra o Gama, é dúvida. Apesar disso, como no banco de reservas uma novidade deve acontecer em campo: a reestréia do meia Fábio Baiano, de volta ao clube após nas duas últimas temporadas ter defendido o Grêmio. Reagir Pela situação que pega a equipe – vem de três derrotas consecutivas -, o grande desafio do novo treinador é fazer com que os jogadores do Flamengo recuperem a motivação. “O campeonato ainda está no seu início e, portanto, há tempo para a reabilitação”, estimula Evaristo. Já o Cruzeiro se preparou em Barueri (SP) para esta partida. A Raposa quer apagar a má impressão deixada na última vez que esteve no estádio, quando perdeu para o Fluminense por 5 a 1, na estréia do Campeonato Brasileiro. O técnico Vanderlei Luxemburgo não vai poder contar com o volante Augusto Recife, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, e já adiantou que vai escalar o jovem Wendell, de 20 anos. O jogador, sobrinho do meia Geovanni, vendido pelo Cruzeiro ao Barcelona no ano passado, esteve em campo na derrota para o Fluminense, mas espera agora conseguir outro resultado. “Naquela ocasião, quando perdemos de 5 a 1 para o Fluminense, foi o jogo de abertura do Campeonato Brasileiro. Mas agora será outra partida, outro jogo, e esperamos que dê tudo certo e que a gente consiga os três pontos, para subir ainda mais na tabela”, disse Wendell.

Mais matérias
desta edição