app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5710
Esportes

CRB quer ter for�a total nos dois jogos em casa

Quando a delegação retornar hoje de Goiânia, o técnico José Arnaldo Lyra deverá conversar com o setor médico sobre os jogadores lesionados, porque pretende contar com todo o grupo a partir dos dois próximos jogos, em casa, pelo Brasileiro da Série B. O Ga

Por | Edição do dia 04/09/2002 - Matéria atualizada em 04/09/2002 às 00h00

Quando a delegação retornar hoje de Goiânia, o técnico José Arnaldo Lyra deverá conversar com o setor médico sobre os jogadores lesionados, porque pretende contar com todo o grupo a partir dos dois próximos jogos, em casa, pelo Brasileiro da Série B. O Galo fará dois jogos seguidos no Rei Pelé: enfrenta no sábado o Avaí (SC), às 16 horas, e na terça-feira pega o Caxias, às 20h30. “É sempre bom a gente contar com mais opções numa competição tão difícil e desgastante como esta”, disse Lyra, ontem, em Goiânia, antes da partida diante do Vila Nova. O CRB está sem contar com dois jogadores que ainda não estrearam: o volante Montanha, que se contundiu durante a preparação para o Brasileiro, e o zagueiro Horácio, este por problemas físicos. Outro desfalque, o titular Marciano, está quase recuperado de uma lesão muscular. Maratona O ex-presidente do Clube  de Regatas Brasil, Darlan  Brandão, foi um dos 12 mil  participantes da 6a Meia Maratona Internacional do Rio de  Janeiro. Darlan se inscreveu  pelo CRB e competiu vestindo a camisa do clube. Mais do que apenas participar, o representante de Alagoas conseguiu concluir a prova. Incentivador de atividades esportivas, Darlan revelou que, durante a prova, se lembrou de Osama Bin laden. “No meio da corrida, pensei em pessoas como ele e em outras que preparam suas crianças para serem homens-bomba, ao invés de incentivá-las à prática de atividades festivas e saudáveis como esta”, relatou. A Meia Maratona tem um percurso com extensão de 21km97m. A largada é em São Conrado, seguindo depois pela Avenida Niemmeyer até o Leblon, passando por Ipanema, Arpoador, Copacabana, Leme, Botafogo, Aterro do Flamengo, com chegada no Monumento aos Pracinhas. O alagoano concluiu o percurso no tempo de 2h23min. Esta foi a terceira vez que  o economista de 50 anos participou da Maratona do Rio,  que integra o circuito oficial  de corridas e que inclusive  vale pontos para o ranking internacional. O preparo físico ele faz com corridas diárias de 10 quilômetros. Darlan disse que pretende sugerir aos dirigentes da Prefeitura de Maceió que organizem um evento semelhante, para trazer divisas para a cidade. “Cidade participante leva, no mínimo, uma pessoa como acompanhante. São turistas que vão se divertir, ir a bares, restaurantes e fazer compras. O custo para organizar uma competição é mínimo, considerando o grande e imediato retorno que proporciona”, analisa, lembrando, ainda, a divulgação através da mídia. Darlan Brandão também competiu duas vezes naMaratona de Nova Iorque e a próxima competição prevista será a Meia Maratona de Paris, em abril de 2003.

Mais matérias
desta edição