app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5715
Esportes

Lyra quer evitar clima do “j� ganhou” no CRB

O técnico José Arnaldo Lyra não admite de forma alguma que a excelente campanha do CRB no Brasileiro da Série B – terceiro colocado e único invicto, também incluindo os 26 times da Série A - suba à cabeça da equipe, acompanhando a empolgação da torcida. E

Por | Edição do dia 05/09/2002 - Matéria atualizada em 05/09/2002 às 00h00

O técnico José Arnaldo Lyra não admite de forma alguma que a excelente campanha do CRB no Brasileiro da Série B – terceiro colocado e único invicto, também incluindo os 26 times da Série A - suba à cabeça da equipe, acompanhando a empolgação da torcida. Ele disse, inclusive, que não aceita responder qualquer pergunta que coloque sua equipe como uma das favoritas para a classificação e em seguida disputar o título. “O CRB não fez nada de anormal ainda. Faltam 18 jogos. As pessoas têm de se acalmar. Estamos cumprindo um bom papel, mas nada de confiança exagerada. A torcida pode fazer a festa, porque ela é apaixonada, mas a cada jogo que passa nossa responsabilidade aumenta ainda mais. Isso é que nos preocupa, apesar de o grupo estar conscientizado das dificuldades que teremos pela frente. Precisamos, inclusive, aumentar nossas forças nestes jogos em casa, pois os adversários vêm com propostas defensivas e isso nos dificulta”, alertou o treinador. Mudança É possível que pelo menos uma mudança aconteça na equipe para a partida de sábado, diante do Avaí, às 17 horas no Rei Pelé. A modificação, pela lógica, deve ocorrer na lateral-direita, com a entrada de Paulo Sales no lugar de Flávio, que nas últimas duas partidas não esteve bem. Com Sales, o CRB ganha mais em velocidade e é essa a característica de jogo que Lyra exige, principalmente nos jogos no Rei Pelé. O treinador, entretanto, não quis falar sobre o assunto, preferindo deixar para confirmar o time no último treinamento, amanhã, no Rei Pelé. Ele também já sabe que não poderá contar com os jogadores que estão em recuperação no setor médico, casos do zagueiro Horácio, do meia Marciano e do volante Montanha. Ele esperava ter mais opções, mas não será possível pelo menos para o próximo jogo.

Mais matérias
desta edição