app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5756
Esportes

Dod� quer a reabilita��o do Palmeiras nos cl�ssicos

São Paulo - Ganhar do Paysandu, amanhã, para chegar motivado à seqüência de clássicos estaduais no Campeonato Brasileiro. Este é o pensamento do atacante palmeirense Dodô, que considera os confrontos com os rivais paulistas uma boa maneira de empolgar o t

Por | Edição do dia 25/09/2002 - Matéria atualizada em 25/09/2002 às 00h00

São Paulo - Ganhar do Paysandu, amanhã, para chegar motivado à seqüência de clássicos estaduais no Campeonato Brasileiro. Este é o pensamento do atacante palmeirense Dodô, que considera os confrontos com os rivais paulistas uma boa maneira de empolgar o torcedor e fazer o time voltar aos eixos. A maratona de clássicos começa no domingo, na Vila Belmiro, contra o Santos, ex-clube do artilheiro. Na seqüência, São Paulo e Portuguesa. “Clássico é sempre bom de jogar e não importa quem está bem ou quem está mal. Muitas vezes, o time que está lá embaixo se dá melhor no clássico”, disse Dodô. E jogar contra o Santos, para o atacante, tem um sabor especial. Na única vez que enfrentou o Peixe, depois de sair de lá, Dodô marcou gol. Foi pelo Rio-São Paulo deste ano, quando defendia o Botafogo – empate de 3 a 3, com dois gols de Dodô. “Sempre dá uma motivação maior jogar contra um ex-clube”, lembrou. O lateral-esquerdo Rubens Cardoso será outro ex-santista neste clássico. E ele não prevê facilidade. “Joguei lá pelo Grêmio e pelo São Caetano, mas nunca venci. Ganhar na Vila é difícil”, completou. Esta semana é decisiva para as pretensões do Verdão. Se perder de Paysandu e Santos, pode pôr fim ao sonho da classificação. Nas contas do técnico Levir Culpi, que ainda disputará 13 jogos, são precisos 42 pontos, no total, para classificar, e cerca de 30 para fugir do rebaixamento.

Mais matérias
desta edição