app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5715
Esportes

Roberval descarta favoritismo do CRB no jogo de amanh� contra Confian�a

Apesar de jogar em casa, onde sempre faz boas atuações diante de qualquer adversário e tem o apoio da torcida, o CRB entra em campo amanhã, às 16 horas, no Rei Pelé, para enfrentar o Confiança (SE) com o que pode ser considerado “complexo de inferioridad

Por | Edição do dia 23/02/2002 - Matéria atualizada em 23/02/2002 às 00h00

Apesar de jogar em casa, onde sempre faz boas atuações diante de qualquer adversário e tem o apoio da torcida, o CRB entra em campo amanhã, às 16 horas, no Rei Pelé, para enfrentar o Confiança (SE) com o que pode ser considerado “complexo de inferioridade”, a julgar pelos cuidados do técnico Roberval Davino e dos jogadores. Para Davino, por exemplo, embora sempre diga que acredita muito na sua equipe, o fato de o jogo ser no Rei Pelé e contra um adversário que se encontra nas últimas posições do Campeonato do Nordeste, não credencia o CRB como grande favorito. “O Confiança melhorou muito com reforços e com a contratação de um bom técnico, o Péricles Chamusca. Precisamos ter cuidado, mas sempre apostando no nosso time, que ainda está caminhando para ser um dos melhores do torneio. Por enquanto, a gente vai trabalhando para melhorar a tabela. Nosso objetivo é atingirmos um estágio capaz de classificar o time para a próxima fase e não será nada fácil”, alertou. “Esse negócio de favoritismo não existe. Temos a obrigação da vitória, jogando no Rei Pelé, mas sempre encontramos dificuldades. Não somos melhores do que ninguém, talvez iguais. Quem quer vencer jogo tem de lutar, usar a camisa, respeitando qualquer adversário”, diz o experiente Fernando César. Aplicação Nos treinamentos de quinta-feira e de ontem, Roberval Davino demonstrou mais preocupação com o acerto do posicionamento em todos os setores. Ele continua com a filosofia de que a aplicação tática é fundamental para o esquema funcionar, seja para defender, seja para atacar. Neste jogo de amanhã, por exemplo, onde só a vitória interessa, o time vai ter que se preocupar mais em atacar. Com dois desfalques – o zagueiro Marcão e o apoiador Lau foram expulsos na última partida -, Roberval definiu as modificações escalando jogadores da posição e aumentando até o poder ofensivo no esquema tático. Só quer mais objetividade na jogada final de ataque e acerto nas finalizações para o time não ter complicações. O zagueiro Saymon, que ainda não estreou, é a principal novidade, enquanto Romerito estará no ataque. O lateral Calixto, que cumpriu suspensão, está de volta. O time  deve ser com Geraldo; Marquinhos, Bruno, Saymon e Calixto;  Fernando César, Marcelinho,  Fernando e Édson Pezinho; Fabrício e Romerito.

Mais matérias
desta edição