app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5714
Esportes

Vasco e Flamengo fazem o cl�ssico dos desesperados

Rio - A tensão sempre foi ingrediente básico de um Vasco e Flamengo. O de hoje, às 20h30, será repleto de emoções, mas não pela possibilidade de arrancada de um dos times no Brasileiro. Vascaínos e flamenguistas têm calafrios só de pensar na situação del

Por | Edição do dia 16/10/2002 - Matéria atualizada em 16/10/2002 às 00h00

Rio - A tensão sempre foi ingrediente básico de um Vasco e Flamengo. O de hoje, às 20h30, será repleto de emoções, mas não pela possibilidade de arrancada de um dos times no Brasileiro. Vascaínos e flamenguistas têm calafrios só de pensar na situação delicada em que ficarão, caso percam para o arqui-rival. O Vasco é quem possui o maior risco de rebaixamento entre os cariocas. Mas uma vitória hoje colocará os cruzmaltinos acima dos rubro-negros na tabela. Uma derrota, por outro lado, poderá deixar o Vasco em último lugar ao fim da rodada: basta que o Goiás ao menos empate com o Internacional e Paysandu e Palmeiras vençam Paraná e Guarani, respectivamente. “Como toda semana de Vasco x Flamengo, o clima é tenso nos dois clubes. Mas, quando a bola rolar, acredito que ambos os times irão se acalmar”, minimizou Antônio Lopes. “Todo esse clima de rivalidade e a situação em que os dois clubes se encontram criam um aspecto nervoso. Cabe a nós, treinadores, a tarefa de preparar o time contra o desespero”, alertou Evaristo de Macedo. Em meio ao clima de apreensão para o clássico, Valdir e Liédson se destacam como principais esperanças dos rivais. Os atacantes foram contratados como salvadores da pátria, mas tiveram de superar a desconfiança inicial da torcida. Hoje, representam um dos raros pontos positivos dos times na competição. Com 11 gols, Liédson está na briga pela artilharia do Brasileiro, feito inédito para um rubro-negro desde 1982, quando Zico foi o goleador da competição. Valdir, por outro lado, foi a solução que os dirigentes encontraram para a falta de gols do Vasco. Em três jogos, o atacante já marcou dois. A favor do vascaíno pesa a fama de carrasco do Flamengo. Vasco: Fábio; Haroldo, Marcelo e Géder; Russo, Henrique, Rodrigo Souto, Ramon, Petkovic e Edinho; Valdir. Flamengo: Júlio César; Alessandro, Fernando, Flávio  (André Bahia) e Athirson; Jorginho, André Gomes, Fábio  Baiano e Iranildo; Liédson e  Zé Carlos.

Mais matérias
desta edição