app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5709
Esportes

Corinthians e Palmeiras fazem cl�ssico em situa��es distintas

São Paulo - Se a estratégia do técnico do Palmeiras é partir para cima do Corinthians no clássico de hoje, o técnico Carlos Alberto Parreira afirma estar bem preparado. A arma para contragolpear o arqui-rival é o atacante Gil, que retorna ao time após

Por | Edição do dia 23/10/2002 - Matéria atualizada em 23/10/2002 às 00h00

São Paulo - Se a estratégia do técnico do Palmeiras é partir para cima do Corinthians no clássico de hoje, o técnico Carlos Alberto Parreira afirma estar bem preparado. A arma para contragolpear o arqui-rival é o atacante Gil, que retorna ao time após cumprir suspensão contra a Ponte Preta. “O Arce não terá tanta liberdade para atacar pelo lado direito do Palmeiras. Ele tem um calo nesse jogo: Gil. É um calinho que incomoda bastante”, disse Parreira. Com o retorno do atacante e com a ausência de Guilherme, suspenso, Parreira espera ter uma equipe bem postada na marcação do meio-de-campo e rápida no ataque, independentemente da escalação de Leandro ou Marcinho, que lutam por uma vaga. Com a necessidade de vitória do adversário, o treinador disse esperar um Palmeiras bastante ofensivo e tentando definir a partida logo nos primeiros minutos. A expectativa do treinador é a mesma dos jogadores, que afirmam que o clássico será definido nos detalhes. “Eles ficaram uma semana trancados, treinando para nos enfrentar. Temos de marcar e, depois, jogar com velocidade”, afirmou o meia Renato. Para vencer o Corinthians, o técnico palmeirense, Levir Culpi, quer jogar igual ao Corinthians. Ou, pelo menos, tentar fazer isso. Primeiro, escalou três atacantes, fórmula que funcionou contra o Guarani e utilizada desde o primeiro semestre com sucesso pelo rival do Parque São Jorge. Mas o trabalho de Muñoz, Itamar e Nenê não se limitará a atacar. “Os atacantes não podem só atacar, eles têm de ajudar na marcação também”, frisou Culpi, que está preocupado com a força do lado esquerdo corintiano. Por isso, resolveu dar uma chance a Fabiano Eller, que, além de marcar, apóia o ataque. “Levir reiterou para a gente tomar cuidado com os laterais deles, que são velozes’’, frisou o jogador, que substituirá Zinho, contundido. Corinthians: Doni; Rogério, Fábio Luciano, Anderson e Kleber;  Fabinho, Vampeta e Renato; Leandro (Marcinho), Deivid e Gil. Palmeiras: Marcos; Arce, Alexandre, Marco Aurélio e Rubens  Cardoso; Paulo Assunção, Fabiano  Eller e Juninho; Muñoz, Itamar e  Nenê.

Mais matérias
desta edição