app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5756
Esportes

Ronaldo adere a programa contra fome no Brasil

São Paulo – O atacante Ronaldo cumprimentou Luiz Inácio Lula da Silva pela vitória na eleição para a presidência do Brasil. E disse que dará apoio no combate contra a fome no País. “Sou mais um entre milhões de brasileiros que querem cumprimentar o presi

Por | Edição do dia 01/11/2002 - Matéria atualizada em 01/11/2002 às 00h00

São Paulo – O atacante Ronaldo cumprimentou Luiz Inácio Lula da Silva pela vitória na eleição para a presidência do Brasil. E disse que dará apoio no combate contra a fome no País. “Sou mais um entre milhões de brasileiros que querem cumprimentar o presidente eleito do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva. Acompanhei o resultado das eleições e fiquei feliz com a força da democracia, o que é motivo de muito orgulho. Mais feliz fiquei ainda ao tomar conhecimento de que uma das primeiras providências de Lula foi criar uma Secretaria de Emergência Social para combater a fome”, afirmou o jogador. Ronaldo lembrou ainda do fato de ser embaixador da ONU (Organização das Nações Unidas) no combate contra a fome e que, se quiserem, ajudará Lula. “Tenho percorrido o mundo todo e tomado conhecimento da dimensão de um problema que no Brasil temos a urgência de enfrentar. Quero aproveitar também para me pôr à disposição do presidente para ajudar no que for possível para tornar mais digna a vida de muitos brasileiros”, falou. “Parabéns, presidente”, finalizou o Fenômeno. Crise no Real O Super Real, pela primeira vez completo, foi derrotado. O time perdeu em casa por 1 a 0 para a Roma, dos brasileiros Cafu, Emerson, Lima e Aldair. A partida, válida pela penúltima rodada da fase classificatória da Copa dos Campeões, aumentou o jejum dos espanhóis. Já são quatro jogos consecutivos sem vitória, iniciando crise no clube. Pela primeira vez atuaram juntas desde o começo da partida todas as cinco principais estrelas do Real: Ronaldo, Zidane, Figo, Raúl e Roberto Carlos. Foi a primeira derrota em casa do time espanhol para a Roma em 36 anos. Apesar da derrota, o Super Real foi beneficiado pelo empate por 1 a 1 do AEK com o Genk e garantiu vaga para a próxima fase. Mesmo que perca para os belgas na última rodada, e os gregos derrotem a Roma na Itália, o time madrileno levaria vantagem em caso de tríplice empate. Assim, seriam considerados apenas os jogos entre as três equipes, o que beneficiaria os espanhóis.

Mais matérias
desta edição