app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5714
Esportes

Sele��o: Felip�o deixa Rom�rio de fora

Rio de Janeiro - Ainda não será desta  vez que o atacante  Romário vai voltar a  vestir a camisa da Seleção Brasileira. Em convocação feita no início da tarde de ontem, o técnico Luiz Felipe Scolari montou uma seleção doméstica sem o atacante do Vasco.

Por | Edição do dia 28/02/2002 - Matéria atualizada em 28/02/2002 às 00h00

Rio de Janeiro - Ainda não será desta  vez que o atacante  Romário vai voltar a  vestir a camisa da Seleção Brasileira. Em convocação feita no início da tarde de ontem, o técnico Luiz Felipe Scolari montou uma seleção doméstica sem o atacante do Vasco. Felipão não aceitou a sugestão do presidente Fernando Henrique Cardoso e ignorou o almoço entre o jogador e o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira, e decidiu não chamar o jogador para a partida do dia 7 de março contra a Islândia, em Cuiabá. Os quatro atacantes convocados por Felipão foram França, Marques, Edílson e Washington. Lista Na lista divulgada ontem, algumas outras novidades: o goleiro Rogério Ceni foi chamado para o lugar de Dida e Vampeta recuperou seu prestígio com o treinador e ganhou nova chance. Goleiros: Marcos (Palmeiras) e Rogério Ceni (São Paulo). Laterais: Belletti (São Paulo), Paulo César (Fluminense) e Kléber (Corinthians). Zagueiros: Juan (Flamengo), Cris (Cruzeiro), Ânderson Polga (Grêmio) e Daniel (São Caetano). Volantes: Gilberto Silva (Atlético-MG), Kléberson (Atlético-PR) e Vampeta (Corin- thians). Meias: Alex (Palmeiras) e Kaká (São Paulo). Atacantes: Marques (Atlético-MG), Washington (Ponte Preta), França (São Paulo) e Edílson (Cruzeiro). Relação definitiva Depois de convocar ontem a equipe que irá enfrentar a Islândia, dia 7 de março, em Cuiabá, o técnico da Seleção Brasileira, Luiz Felipe Scolari, afirmou que vai convocar o time que pretende levar ao Mundial apenas para os próximos jogos. “Para a partida contra a Iugoslávia e no jogo contra Portugal devo ter 90% da equipe que vai para a Copa do Mundo”, revelou Felipão. As datas desses amistosos coincidem com o período determinado pela Fifa para jogos preparatórios e pela primeira vez neste ano o treinador poderá chamar jogadores que atuam no exterior.

Mais matérias
desta edição