app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5758
Esportes

Renato lembra 95 para evitar muito otimismo

Rio - Gato escaldado no futebol, o técnico do Fluminense, Renato Gaúcho, garante que a classificação de sua equipe para as semifinais do Brasileiro ainda não  está certa, apesar da boa vitória de 3 a 0 sobre o São Caetano, domingo, no Maracanã. E ele te

Por | Edição do dia 26/11/2002 - Matéria atualizada em 26/11/2002 às 00h00

Rio - Gato escaldado no futebol, o técnico do Fluminense, Renato Gaúcho, garante que a classificação de sua equipe para as semifinais do Brasileiro ainda não  está certa, apesar da boa vitória de 3 a 0 sobre o São Caetano, domingo, no Maracanã. E ele tem razões de sobra para isso. Em 95, ainda como jogador do Flu, viveu situação parecida: nas semifinais, jogo de ida, o tricolor goleou o Santos por 4 a 1, mas acabou perdendo a vaga na partida de volta, quando apanhou de 5 a 2. “Já conversei com os jogadores, dei o exemplo de 95 e mostrei que nada está ganho”, afirmou. Renato elogiou a preparação física de sua equipe. Segundo ele, apesar do forte calor, o tricolor subiu de produção no segundo tempo e matou o adversário com três gols. “Ao longo do campeonato, melhoramos bastante na parte física, e agora estamos tirando proveito disso”, comentou. O treinador do Flu destacou ainda a participação de Romário no esquema com três atacantes. Neste domingo, o Baixinho foi responsável direto pelos três gols do time, dois de Magno Alves e um de Roni. “Peço ao Romário que volte um pouco para armar as jogadas, mas não ao meio-campo, se não ele não chega a tempo para finalizar. Ele foi fundamental. É sempre bom para os outros atacantes ter o gênio da bola atuando ao lado deles”, derreteu-se Renato.

Mais matérias
desta edição