app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5754
Esportes

Cabral admite aceitar a reelei��o no CRB

Na próxima semana deve acontecer uma reunião, convocada pelo presidente do Conselho Deliberativo, João Barbosa Neto, denominada de “planejamento estratégico”, para definir a sucessão presidencial no CRB, com eleição marcada para a segunda quinzena de dez

Por | Edição do dia 27/11/2002 - Matéria atualizada em 27/11/2002 às 00h00

Na próxima semana deve acontecer uma reunião, convocada pelo presidente do Conselho Deliberativo, João Barbosa Neto, denominada de “planejamento estratégico”, para definir a sucessão presidencial no CRB, com eleição marcada para a segunda quinzena de dezembro. Em princípio, está sendo articulada a escolha de um nome de consenso e não a disputa de candidatos pelo cargo como se chegou a ser especulado dentro do clube. O atual presidente, José Cabral de Barros, admitiu ontem aceitar a reeleição se o seu nome for indicado e o Conselho Deliberativo se comprometer a fazer um planejamento de alto nível, incluindo todos os setores do clube, como o carro-chefe, o futebol, o esporte amador, a parte social, o jurídico e, principalmente o financeiro. “Havendo o comprometimento de um planejamento capaz de uma administração para decisões de consenso em todos os níveis, poderemos aceitar a reeleição. Do contrário, não há como passar mais dois anos na presidência. É preciso que um nome de consenso seja escolhido e tenha a garantia de administrar o CRB dentro de uma estrutura que ele merece. Chegou o momento de todos nós fazermos um pouco mais pelo CRB para que ele possa sobreviver com planejamento, principalmente no equilíbrio financeiro”, afirmou Cabral antes de viajar ontem à tarde para São Paulo para participar de reuniões de interesse dos clubes da Série B. José Cabral foi Indicado pelo Futebol Clube Brasil, associação recentemente criada, para representar os clubes da Segunda Divisão do Brasileiro nas negociações com emissoras de televisão e patrocinadores. Na sucessão presidencial do CRB, o nome do economista José Darlan de Almeida Brandão, também circula como também cotado, talvez o mais preferido, por vir fazendo um trabalho de reestruturação ao longo de três anos à frente do clube. Mas Darlan, a exemplo de José Cabral, deixou entender que pode aceitar a presidência, também se receber a garantia de uma administração segura, sem ter que comprometer seu patrimônio como aconteceu desde que chegou ao CRB. “Por enquanto, nem imagino ocupar esse importante cargo,de muita responsabilidade para um clube da grandeza do CRB. Serpresidente sempre é umahonra, deixa qualquer pessoa envaidecida. Acredito que já dei minha parcela de colaboração mas continuarei ajudando, mesmo sem cargo na diretoria”, finalizou.

Mais matérias
desta edição