app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5754
Esportes

Flu tem grande vantagem para eliminar S�o Caetano

São Paulo – Com uma hidromassagem em uma clínica de fisioterapia na Barra da Tijuca (zona oeste do Rio). Foi assim que o atacante Romário, 36, do Fluminense, se preparou para enfrentar o São Caetano, hoje, às 21h40 (horário de verão), no Estádio Anacl

Por | Edição do dia 27/11/2002 - Matéria atualizada em 27/11/2002 às 00h00

São Paulo – Com uma hidromassagem em uma clínica de fisioterapia na Barra da Tijuca (zona oeste do Rio). Foi assim que o atacante Romário, 36, do Fluminense, se preparou para enfrentar o São Caetano, hoje, às 21h40 (horário de verão), no Estádio Anacleto Campanella, pelo jogo de volta das quartas-de-final do Brasileiro. Como venceu o primeiro jogo por 3x0, no Maracanã, o Tricolor tem grande vantagem para eliminar o time do ABC paulista. Enquanto a estrela maior do Fluminense relaxava os músculos a poucos metros de sua casa, seus companheiros treinavam sob chuva fina no Estádio Ícaro de Castro Mello, no Ibirapuera, em São Paulo. Pior: dividiam o gramado com praticantes de atletismo - a maioria deles compete pela cidade de São Caetano. Entre os atletas estava Maurren Maggi. Os jogadores do Fluminense chegaram ontem à capital paulista. Já o principal jogador do time de Renato Gaúcho preferiu ficar no ensolarado Rio de Janeiro e viria só à noite para a cidade. Segundo a assessoria do atacante, principal figura no primeiro jogo entre os dois times, Romário dormiu até por volta do meio-dia, almoçou, e foi para a clínica de fisioterapia às 17h30. A atitude de Romário, que possui regalias no clube, conta com o respaldo de diretoria e comissão técnica. “O Romário é o Romário”, disse sorrindo maliciosamente Ricardo Rocha, auxiliar técnico do Flu e que deve dirigir a equipe do banco de reservas, hoje. Renato Gaúcho foi suspenso por 20 dias por ofender o árbitro no jogo contra o Paysandu. O clube ainda tenta um efeito suspensivo para o técnico. Sem saber da ausência de Romário no treinamento de ontem, o técnico do São Caetano, Mário Sérgio, afirmou que o atleta é a “maior vantagem” do rival. “Se você der chance para ele, já era”, afirmou o treinador. Romário participou dos três gols de sua equipe na vitória por 3 a 0, no último domingo, no Maracanã. Com o resultado, o time carioca pode até perder por dois gols de diferença para ir às semifinais. São Caetano: Sílvio Luiz; Marlon, Daniel, Dininho e Lúcio;  Iriney, Capixaba, Claudecir e Magrão; Robert e Adhemar. Fluminense: Kléber; Flávio, César, Zé Carlos (Andrei) e Marquinhos; Marcão, Marciel, Beto e  Zada; Roni e Romário.

Mais matérias
desta edição