app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5756
Esportes

Convoca��es valorizam voleibol alagoano

O título conquistado há uma semana, no Campeonato Brasileiro Infanto-Juvenil Feminino, rendeu não apenas a ascensão de Alagoas à divisão especial do vôlei nacional em 2003, mas também apresentou, ao seu término, a convocação de duas atletas para a seleção

Por | Edição do dia 01/12/2002 - Matéria atualizada em 01/12/2002 às 00h00

O título conquistado há uma semana, no Campeonato Brasileiro Infanto-Juvenil Feminino, rendeu não apenas a ascensão de Alagoas à divisão especial do vôlei nacional em 2003, mas também apresentou, ao seu término, a convocação de duas atletas para a seleção brasileira que a partir de janeiro começa a se preparar visando ao Campeonato Mundial da categoria, em agosto do próximo ano, no Quênia. Uma delas é Júlia Veronese Marcon, paranaense de Cascavel que reforçou o selecionado alagoano atuando de ponta, embora vai trabalhar na seleção como líbero. A outra é Claudinere Bento Sabino, natural de São José da Laje, que jogou de central, mas foi convocada como ponta. Neide, 16 anos, 1,75m, valoriza a nova safra do voleibol alagoano, já que, exceto a também convocada Júlia, o grupo recém-campeão é totalmente local – fruto de um árduo trabalho feito nos últimos anos pelas escolas e clubes que lidam com esta modalidade. A descoberta De Laje, Neide mudou-se para União dos Palmares. E foi nesta cidade que foi descoberta para o vôlei. “Eu fazia parte do projeto AABB Comunidade e jogava handebol, até que, pela estatura, foi convencida a jogar vôlei. Para meu espanto, a adaptação foi rápida e troquei definitivamente de esporte depois que ganhei um torneio de vôlei de praia, em 1999, em União”, ressalta a jogadora convocada, que no interior alfabetizou-se nas escolas Luiza de França e Dr. Carlos Gomes de Barros. Logo após a conquista na areia, Neide foi atuar no Palmarino, clube filiado à Federação Alagoana de Voleibol (FAV). Demonstrando desenvoltura em quadra, não demorou muito e em 2001 veio para Maceió, estudar no Colégio Anchieta e passar a atuar nesta equipe no Campeonato Alagoano. No começo deste ano, outra mudança, agora para o Batista, conseqüência de uma parceria feita entre este colégio e a FAV. Este não foi o seu primeiro  Campeonato Brasileiro, pois no  ano passado competiu em Fortaleza, quando Alagoas ficou na  posição intermediária do 6o lugar. Agora, se as competições  terminaram, Neide retoma, nessa segunda-feira, o período de preparação enquanto espera a ordem de embarque para Belo Horizonte, onde a seleção brasileira deve iniciar os seus treinamentos em janeiro. Por aqui, ela receberá orientação da sua treinadora no CRB/Batista, Bárbara Vital; e do seu treinador na seleção alagoana, Caetano Veras.

Mais matérias
desta edição