app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5758
Esportes

Vantagem no Sul anima os santistas

Santos - Os santistas já começaram a pensar no próximo confronto com o Grêmio, amanhã, no estádio Olímpico. “Ainda não ganhamos nada e deveremos ter uma partida ainda mais difícil”, disse o volante Renato. Só que o adversário terá que atacar e essa poderá

Por | Edição do dia 03/12/2002 - Matéria atualizada em 03/12/2002 às 00h00

Santos - Os santistas já começaram a pensar no próximo confronto com o Grêmio, amanhã, no estádio Olímpico. “Ainda não ganhamos nada e deveremos ter uma partida ainda mais difícil”, disse o volante Renato. Só que o adversário terá que atacar e essa poderá ser a grande arma do Santos. “Eles terão que se abrir e nós vamos trabalhar em cima dessa vantagem”, explicou o capitão Paulo Almeida. O atacante Alberto, autor de dois gols na partida, com os quais reassumiu a artilharia do time, deixou o campo satisfeito. “Foi minha melhor partida? Acho que sim, temos que viver o presente e ela foi a melhor”. Lembra que, quando marcou o gol de bicicleta, fizeram a mesma pergunta. “Até aquele dia, aquela era a mais importante”. Grêmio No terceiro gol dos Santos, de Robinho, Tite passou as mãos no rosto e desistiu de dar instruções aos jogadores do Grêmio. O técnico não sabia naquele momento se elogiava o adversário ou mantinha a esperança de reverter a derrota, amanhã, em Porto Alegre. De uma coisa não tinha a menor dúvida. “O Santos chegou à finesse do futebol”, disse mais tarde, resignado. “Não é de hoje que estamos falando na qualidade desse time do Santos. Impressionante a destreza, a habilidade como esses guris chegam ao gol. Posso assegurar a todos que será muito difícil reverter a nossa situação”, ressaltou o treinador do Grêmio, após a derrota por 3 a 0 na Vila Belmiro. Mas alguns jornalistas gaúchos queriam ouvir mais que elogios ao Santos. As perguntas chegavam, mas Tite não queria nem saber. Cada declaração era uma chuva de confetes na equipe de Emerson Leão. “Não foi o meu time que não quis o jogo, foi o Santos que se impôs. No futebol, tu tens duas óticas para analisar uma partida. Na do Santos, ninguém pode arriscar contra um adversário desse naipe. É um time que tem virtudes de sobra. Joga com uma velocidade impressionante”.

Mais matérias
desta edição