app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5754
Esportes

Botafogo e Palmeiras articulam virada de mesa

Rio de Janeiro – O presidente do Botafogo, Mauro Ney Palmeiro, confirmou que existe uma intenção do time carioca e do Palmeiras de entrar em conjunto com uma ação popular contra a CBF para manter os dois clubes na primeira divisão do ano que vem. “Talvez

Por | Edição do dia 05/12/2002 - Matéria atualizada em 05/12/2002 às 00h00

Rio de Janeiro – O presidente do Botafogo, Mauro Ney Palmeiro, confirmou que existe uma intenção do time carioca e do Palmeiras de entrar em conjunto com uma ação popular contra a CBF para manter os dois clubes na primeira divisão do ano que vem. “Talvez os sócios do Palmeiras e do Botafogo fossem à Justiça. Já conversei com alguém do Palmeiras e o assunto já está bem adiantado”, disse o cartola. Além de Palmeiras e Botafogo, Portuguesa e Gama também foram rebaixados para a Série B do ano que vem. O cartola do Bota defende o princípio da isonomia, dando como exemplo o Bahia e o Fluminense, que foram convidados e não conquistaram no campo o direito de participar do Campeonato Brasileiro. O dirigente disse também que até aceita disputar a Segundona em 2003, desde que “Fluminense, Bahia e São Caetano” fossem disputar junto com o time a Série B. “Botafogo e Palmeiras querem que a mesa vá para o lugar correto”, disse o cartola. Ainda segundo Ney, o ex-presidente do clube carioca e o eleito, Carlos Augusto Montenegro e Bebeto de Freitas, respectivamente, estão apoiando a iniciativa. Entretanto, a assessoria de imprensa de Bebeto de Freitas nega que ele ou qualquer membro de sua comissão esteja envolvido na formulação de uma ação popular.

Mais matérias
desta edição