app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5712
Esportes Técnico Mano Menezes foi anunciado no dia 3 de setembro no Palmeiras e gerou antipatia por parte da torcida

Mano reencontra Timão pela primeira vez no lado alviverde do clássico

Neymar mais uma vez vai concorrer com Cristiano Ronaldo e Messi ao prêmio de melhor jogador do mundo. Assim como aconteceu há dois anos, em 2015, o craque brasileiro é o intruso da vez entre os dois grandes astros desta geração na disputa pela principal p

Por Gazeta Esportiva | Edição do dia 09/11/2019 - Matéria atualizada em 09/11/2019 às 06h00

Neymar mais uma vez vai concorrer com Cristiano Ronaldo e Messi ao prêmio de melhor jogador do mundo. Assim como aconteceu há dois anos, em 2015, o craque brasileiro é o intruso da vez entre os dois grandes astros desta geração na disputa pela principal premiação do futebol. O anúncio foi feito na manhã desta sexta-feira pela Fifa no anúncio dos três finalistas do "The Best", e o vencedor será conhecido dia 23 de outubro, em cerimônia de gala, em Londres.



Assim, Neymar volta a ter a oportunidade de interromper a incrível sequência imposta por Messi e Cristiano Ronaldo, que se alternam entre os vencedores do prêmio da Fifa desde 2008. O último a ser eleito melhor do mundo antes da dupla foi Kaká, após levar o Milan ao título da Liga dos Campeões em 2007.

Agora, o camisa 10 do PSG volta a ter a oportunidade, só pelo que fez em campo pelo Barcelona (e pela seleção brasileira). Afinal, diferentemente do que era feito até 2016, a disputa leva em conta apenas o que foi feito na temporada 2016/17 e tem como período de avaliação 20 de novembro de 2016 até 2 de julho de 2017.

Mais matérias
desta edição