app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5735
Esportes

Relembre o caso

A rachadura no setor das cadeiras especiais do 1º piso aconteceu no dia 8 de fevereiro, na partida CSA x CEO, que terminou em 1 a 1. Aos 47 minutos do 2º tempo, Zé Paulo empatou o jogo para o Azulão e, na euforia da torcida, houve um estrondo e uma rachad

Por | Edição do dia 31/05/2015 - Matéria atualizada em 31/05/2015 às 00h00

A rachadura no setor das cadeiras especiais do 1º piso aconteceu no dia 8 de fevereiro, na partida CSA x CEO, que terminou em 1 a 1. Aos 47 minutos do 2º tempo, Zé Paulo empatou o jogo para o Azulão e, na euforia da torcida, houve um estrondo e uma rachadura se abriu. Raniel Holanda, dirigente do CSA, estava no local e presenciou o acontecido. “Na hora da comemoração do gol veio um estrondo, parecendo uma bomba, quando olhei para o lado, tinha várias pessoas correndo. Eu estava a cerca de 30 metros das cadeiras onde houve a rachadura e vi o desespero das pessoas”, contou.

Mais matérias
desta edição