app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5735
Esportes

ASA tenta atrair torcida aos jogos

O ASA enfrenta o Fortaleza, no último jogo antes do recesso para a Copa América, lutando para permanecer no G4 do Grupo A. Além disso, a expectativa da direção é que, com a boa fase do time, a torcida chegue junto e marque presença no Coaracy da Mata Fons

Por | Edição do dia 03/06/2015 - Matéria atualizada em 03/06/2015 às 00h00

O ASA enfrenta o Fortaleza, no último jogo antes do recesso para a Copa América, lutando para permanecer no G4 do Grupo A. Além disso, a expectativa da direção é que, com a boa fase do time, a torcida chegue junto e marque presença no Coaracy da Mata Fonseca. Isso porque os públicos nas duas primeiras rodadas não são suficientes para ajudar o clube a nadar no azul e buscar reforços para o restante da temporada. Até o momento, o Alvinegro atuou em casa por duas vezes nas três primeiras rodadas da Série C. No primeiro duelo, contra o Botafogo-PB, levou 2.577 torcedores ao Fumeirão, sendo 1.500 pagantes, 895 não pagantes e 182 crianças, gerando uma renda líquida de R$ 4.075,34. No jogo seguinte, diante do América-RN, 2.076 saíram de casa para prestigiar o ASA: 1.090 pagantes, 829 não pagantes e 157 crianças, proporcionando um déficit de R$ 1.120,64. Em cada jogo, portanto, o ASA levou no máximo 21% da ocupação do Coaracy da Mata Fonseca, segundo capacidade de 12 mil divulgada pela Federação Alagoana de Futebol. A média total é de 2.326, e a direção ainda viu o lucro ser de apenas R$ 2.954,70. O valor é muito baixo para ajudar no custeamento da folha mensal e, por essa razão, a direção se desdobra para economizar o uso dos R$ 560 mil adquiridos pela passagem à terceira fase da Copa do Brasil. Há a expectativa, ainda, de casa cheia no duelo contra o Palmeiras pela competição nacional, que serviria para aliviar a preocupação com o balanço financeiro por mais tempo.

Mais matérias
desta edição