app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5714
Esportes

CRB falha no ataque, empata e desce para sexto na classifica��o

O CRB saiu da zona de classificação da primeira fase do Campeonato do Nordeste, graças à incompetência de seus atacantes e até dos apoiadores, que não souberam traduzir em gols as inúmeras chances de finalização. O empate de 1x1 com o Améric

Por | Edição do dia 05/03/2002 - Matéria atualizada em 05/03/2002 às 00h00

O CRB saiu da zona de classificação da primeira fase do Campeonato do Nordeste, graças à incompetência de seus atacantes e até dos apoiadores, que não souberam traduzir em gols as inúmeras chances de finalização. O empate de 1x1 com o América-RN, domingo, no Rei Pelé, teve sabor de derrota, pois arrastou o time da quarta para a sexta posição, tornando a classificação ainda mais difícil para a segunda fase do torneio. Taticamente armado para atropelar o adversário, com proposta ofensiva ousada, o CRB chegou a criar as chances desde o primeiro minuto da partida, porém sem conseguir superar o goleiro reserva americano. Como um castigo, como já ocorreu em várias oportunidades neste Campeonato do Nordeste, o CRB terminou sofrendo o primeiro gol, aos 40 minutos do primeiro tempo, numa falta cobrada por Márcio Silva, com a bola batendo no zagueiro Saymon e deslocando o goleiro Geraldo. Na fase final, logo aos seis minutos, o ala direito Marquinhos empatou depois de uma boa jogada articulada pela direita. Desta vez valeu a categoria de Marquinhos, o melhor jogador da equipe. No minuto seguinte, Romerito perdeu uma chance incrível, a melhor do jogo. O América continuou recuado e explorando os contra-ataques, mas o CRB permaneceu perdendo oportunidades até o final da partida. CRB – Geraldo; Marquinhos, Bruno, Saymon e Édson Pezinho; Fernando César, Lau, Fernando (Silvio) e Marcelinho; Fabrício e Romerito (Wagner Wesley e, posteriormente, Edílson). América – Rodrigo, Jefferson, Leandro, Róbson Mattis e Rogerinho; Márcio Silva (Beto), Ricarfo Miranda, Silva Baiano e Marcelo Borges (Joacir); Helinho e Rui Barbosa (Naílson). Árbitro – Saul Duarte (BA). A renda foi de R$ 32.080,00 com público pagante de 5.762. Mais 1.203 pessoas entraram, sem pagar, incluindo a promoção da gratuidade para mulheres e as “carteiradas”. A diretoria do CRB ficou satisfeita com o apoio da torcida, pois a arrecadação foi superior a do jogo de CSA x Sergipe, no sábado à tarde. “O público pagante foi inferior, mas provamos que estamos certos sobre a força de nossa torcida e de mantermos os preços dos ingressos determinados pela Liga do Nordeste”, comentou o presidente em exercício, Darlan Brandão. O próximo jogo do CRB será sábado, em Recife, contra o Náutico. O técnico Roberval Davino  não contará com o zagueiro Bruno (5o cartão amarelo), mas terá de volta outro zagueiro, Marcão, e  o lateral-esquerdo Calixto.

Mais matérias
desta edição