app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5730
Esportes

Ricardinho participa de seu primeiro treino no CRB

“Quero estar à disposição para ajudar o CRB”. Foram essas as primeiras palavras do atacante Ricardinho, ao falar sobre a possibilidade de ter seu nome publicado no Boletim Interno Diário (BID) e poder jogar contra o Paysandu, no sábado. A fala, porém, fo

Por | Edição do dia 23/07/2015 - Matéria atualizada em 23/07/2015 às 00h00

“Quero estar à disposição para ajudar o CRB”. Foram essas as primeiras palavras do atacante Ricardinho, ao falar sobre a possibilidade de ter seu nome publicado no Boletim Interno Diário (BID) e poder jogar contra o Paysandu, no sábado. A fala, porém, foi seguida de uma consideração sobre o respeito que passou a ter pelo grupo. “Mas queremos é jogar, nem que seja 15 minutos”, refirmou Ricardinho em entrevista coletiva. Mesmo demonstrando muita disposição para encarar a partida, disse que estaria apto para atuar até 30 minutos, pois estaria sem o condicionamento ideal, já que jogou sua última partida no dia 27 de junho. Após realizar o primeiro treinamento, na tarde de ontem, com todo o elenco, ele disse que há mais qualidade técnica do que o Figueirense, quando fez parte do elenco que obteve o acesso. Ricardinho disse que a Série B, atualmente, é mais difícil que a primeira divisão, entretanto, não tem grandes segredos, desde que o time “faça o dever de casa”, conquistando pontos aqui e “mordendo alguns” fora de casa. “É obter duas ou três vitórias que sobe para brigar lá em cima da tabela. Mas tem que respeitar os adversários”, falou Ricardinho. Quanto à opção de preferir ficar no Brasil, a jogar na Europa, ele explicou que foi motivada por um problema com sua documentação. Como já havia conversado com o Galo, optou por vir para o clube para buscar uma nova oportunidade no País, com uma equipe que fosse referência. O atleta reconheceu que a situação do time é delicada, mas que o técnico vai conseguir fazer o “time encaixar”, só que para isso vai precisar contar com o apoio da torcida.

Mais matérias
desta edição