app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5735
Esportes

Celulares de Marin ser�o investigados

São Paulo, SP – A Justiça da Suíça autorizou que o Ministério Público do país tenha acesso à cópia de dados dos dois celulares que foram apreendidos com o ex-presidente da CBF José Maria Marin, preso desde o dia 27 de maio, em Zurique. A decisão foi tomad

Por | Edição do dia 07/08/2015 - Matéria atualizada em 07/08/2015 às 00h00

São Paulo, SP – A Justiça da Suíça autorizou que o Ministério Público do país tenha acesso à cópia de dados dos dois celulares que foram apreendidos com o ex-presidente da CBF José Maria Marin, preso desde o dia 27 de maio, em Zurique. A decisão foi tomada na última quarta-feira, 5. Após a cópia dos dados, os aparelhos serão enviados para os Estados Unidos, onde Marin foi acusado de fraude, lavagem de dinheiro e conspiração envolvendo recebimento de propina em acordos para a transmissão de competições como a Copa América e Copa do Brasil. O brasileiro foi preso a pedido das autoridades americanas, que também solicitaram a sua extradição para o país. Não há até agora acusações divulgadas contra o cartola na Suíça. O Ministério Público do país europeu apura irregularidades na escolha das sedes das Copa de 2018 e 2022. O pleito aconteceu em 2010. Autoridades suíças já apuraram mais de 100 casos suspeitos de lavagem de dinheiro, todos relacionados ao processo de escolha das sedes do Mundial.

Mais matérias
desta edição