app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5714
Esportes

Ronaldo est� bem e confiante em ser chamado por Felip�o

Rio de Janeiro - O atacante Ronaldo, da Internazionale de Milão,  deu no domingo mais uma demonstração de que não tem mais problemas físicos, ao jogar uma  partida de futevôlei, na Praia do  Leme, na zona sul do Rio. O “Fenômeno” atuou com desenvoltura

Por | Edição do dia 12/03/2002 - Matéria atualizada em 12/03/2002 às 00h00

Rio de Janeiro - O atacante Ronaldo, da Internazionale de Milão,  deu no domingo mais uma demonstração de que não tem mais problemas físicos, ao jogar uma  partida de futevôlei, na Praia do  Leme, na zona sul do Rio. O “Fenômeno” atuou com desenvoltura e mostrou resistência nas areias escaldantes, sob uma temperatura de 35º C. O atleta está mais do que confiante de que estará na lista do técnico da Seleção Brasileira, Luiz Felipe Scolari, que hoje anuncia a convocação para o amistoso contra a Iugoslávia, dia 27, em Fortaleza. Apoiado pelos torcedores e curiosos que se aglomeravam à beira da praia, Ronaldo ainda ouviu um pequeno coro pedindo além de sua volta à Seleção, a reedição da dupla com Romário na Copa do Mundo. “Ele é meu amigo e um grande jogador, mas primeiro tenho de conseguir minha vaga”, disse o atacante em referência ao artilheiro do Vasco. Como Ronaldo, alguns atletas estão tranqüilos, pois já asseguraram uma vaga na Seleção. Outros, porém, lutam para tentar seduzir Scolari. Na equipe titular do técnico da Seleção também estão garantidos os “estrangeiros” Cafu, lateral-direito da Roma, Roberto Carlos, lateral-esquerdo do Real Madrid, o volante Emerson, da Roma, e o meia Rivaldo, do Barcelona. Os prestigiados Os zagueiros Lúcio, do Bayer Leverkusen, Edmilson, do Lyon, e Roque Júnior do Milan, também gozam de prestígio junto a Scolari e pelo menos dois deles devem ser chamados para o amistoso. No meio-de-campo, a briga com os atletas que atuam no Brasil é acirrada, mas Djalminha, do La Coruña, e Juninho Pernambucano, do Lyon, têm boas chances de figurar na lista de hoje. O ataque é a grande incógnita de Scolari, já que além de sofrer a pressão para convocar Romário, ele não esconde sua preferência por França, do São Paulo, Edílson, do Cruzeiro, Ronaldo e Luizão ex-Corinthians. Com tantos atacantes no Brasil, diminuem as chances dos atletas “estrangeiros”. Scolari, porém, é fã do futebol de Denílson, do Bétis, e de Ronaldinho Gaúcho, do Paris Saint Germain. Apesar de os jogadores citados terem recebido vários elogios de Scolari, não se pode descartar a possibilidade de que algumas “zebras” apareçam na lista. Casos do lateral-esquerdo Júnior, do Parma, e do volante Eduardo Costa, Bordeaux. De seis convocações nas quais o treinador pôde chamar os atletas que desejasse, eles constaram nas quatro primeiras, mas foram preteridos nas duas últimas. O atacante Jardel, do Porto, um dos queridinhos do treinador, tem sido esquecido, mas cresce o lobby para seu retorno à equipe. No setor ofensivo ainda podem aparecer Élber, do Bayern de Munique, e Marcelinho Paraíba, do Herta Berlim, também elogiados e atletas da confiança do técnico da Seleção.

Mais matérias
desta edição