app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5710
Esportes

Felip�o confirma expectativa e convoca Ronaldo

Rio de Janeiro - O técnico Luiz Felipe Scolari confirmou a expectativa e convocou o atacante Ronaldo, da Inter de Milão, para o amistoso da Seleção Brasileira contra a  Iugoslávia, no próximo dia 27, em  Fortaleza. O jogador faz parte da  lista de 12 pr

Por | Edição do dia 13/03/2002 - Matéria atualizada em 13/03/2002 às 00h00

Rio de Janeiro - O técnico Luiz Felipe Scolari confirmou a expectativa e convocou o atacante Ronaldo, da Inter de Milão, para o amistoso da Seleção Brasileira contra a  Iugoslávia, no próximo dia 27, em  Fortaleza. O jogador faz parte da  lista de 12 profissionais que atuam fora do Brasil, divulgada ontem na sede da Confederação Brasileira de Futebol. A lista traz outras novidades, como o lateral Junior (Parma) e o zagueiro Roque Junior (Milan). Além deles, Djalminha, Denílson e Ronaldinho Gaúcho foram chamados. No dia 21 de março, Felipão anuncia a lista dos jogadores que atuam no Brasil. A apresentação será no dia 24 à noite, em Fortaleza. Confira a lista de convocados: zagueiros: Lúcio (Bayer Leverkusen), Roque Júnior (Milan) e Edmílson (Lyon); laterais: Cafu (Roma), Roberto Carlos (Real Madrid) e Júnior (Parma); volante: Êmerson (Roma); meias: Djalminha (La Coruña), Rivaldo (Barcelona) e Ronaldinho Gaúcho (Paris Saint-Germain); atacantes: Denílson (Bétis) e Ronaldo (Inter de Milão). Mais chance O técnico Luiz Felipe Scolari disse que a partida contra a Iugoslávia, dia 27, em Fortaleza, não deverá ser encarada como um teste definitivo para o atacante Ronaldo. Segundo o treinador, Ronaldo será observado ao longo dos próximos meses e terá tempo suficiente para readquirir sua melhor forma física. “Ele tem todo o mês de abril para jogar”, explicou. O treinador disse, ainda, que jamais condicionou a convocação do jogador a um eventual aproveitamento dele na Inter. “O doutor me disse que ele tem plenas condições físicas e técnicas de participar de treinamentos e por isso não quero entrar no mérito do Ronaldo jogar na Inter ou não”, disse. Time-base Diante das críticas para a preparação da Seleção Brasileira para a Copa, o técnico Luiz Felipe Scolari afirmou, ontem, durante a convocação para o amistoso com a Iugoslávia, que ele já tem tudo pronto para o Mundial da Coréia/Japão. “Embora alguns não acreditem, já tenho uma equipe-base. Está tudo montado. Tenho 90% do grupo fechado. Deixo duas ou três vagas abertas para poder fazer uma mudança por razão tática ou médica se for preciso”, explicou o treinador. Como a Fifa resolveu cancelar a obrigação de as seleções apresentarem uma lista de 35 pré-convocados um mês antes da Copa, Felipão comemorou o fato de ter mais tempo para fechar o grupo brasileiro. Agora, ele precisará anunciar apenas no dia 21 de maio os nomes dos 23 escolhidos para representar o Brasil no Mundial. “Está tudo pronto, mas tenho até lá para mudar alguma coisa se for preciso”, comentou o técnico. Banco Além de avaliar os jogadores dentro de campo, o técnico Luiz Felipe Scolari vai testar o comportamento dos convocados para a Seleção Brasileira. Para isso, ele resolveu chamar 22 atletas para o amistoso contra a Iugoslávia, dia 27, em Fortaleza. Destes, 12 são “estrangeiros”, o que obrigará alguns a ficarem na reserva. Esse é o plano de Felipão: ver quem reclamará disso e quem aceitará fazer parte do grupo sem exigir ser titular. “Se alguns jogadores vierem da Europa e não se sujeitarem a ficar no banco da Seleção, não podem fazer parte do grupo. Se não tivermos este ambiente desde agora, não será na Copa do Mundo que vamos conseguir”, explicou Felipão. “Fazer uma viagem de 12 horas da Europa e não jogar pode ser ruim na opinião de alguns jogadores. Se for ruim para ele, não pode fazer parte desse grupo. Não estará dentro do espírito que nós queremos”.

Mais matérias
desta edição