Nº 4227
Esportes Ricardo Bueno deve voltar ao time titular e é a esperança de gols do Azulão para superar o Vasco neste domingo (10), no Estádio Rei Pelé, pela 32ª rodada do Brasileirão

Respirando por aparelhos, CSA precisa vencer o Vasco para seguir vivo na luta contra o rebaixamento

Azulão precisa utilizar o fator casa e conquistar uma vitória sobre o Cruzmaltino para continuar tentando deixar o Z4

O CSA tem mais uma dura missão na Série A do Brasileiro neste fim de semana. Encara o Vasco, neste domingo (10), às 19 horas, no Estádio Rei Pelé, pela 32ª rodada, e precisa da vitória para manter vivas as chances de seguir na elite nacional em 2020.

Apesar de resultados esperados, o Azulão não teve uma boa passagem pelo sul do País e retorna a Maceió sem somar pontos: foi derrotado por 1 a 0 para o Athletico-PR, no último domingo (3), e pelo Grêmio por 2 a 1, na última quinta (7). O fator casa será fundamental para o objetivo final do elenco marujo e isso precisa ser colocado em prática já contra o Cruzmaltino. O time alagoano tem hoje 84,2% de chances de cair para a 2ª divisão.

Do outro lado, nos últimos cinco jogos o time carioca somou apenas dois pontos. Foram três partidas longe de São Januário. A equipe comandada por Vanderlei Luxemburgo ocupa a 13ª posição, com 39 pontos, dez a mais que o time do Mutange.

CSA

O Azulão deverá contar com os retornos de cinco titulares neste domingo. Na defesa, o zagueiro Luciano Castán retorna de suspensão. No meio, o volante Dawhan também volta ao time após suspensão, o meia Jonatan Gómez retorna, após ser poupado contra o Tricolor Gaúcho, a mesma situação de Apodi e Ricardo Bueno no ataque.

Desta forma, Argel Fucks deverá colocar em campo: João Carlos; Celsinho, Alan Costa, Luciano Castán e Euller; João Vitor, Dawhan e Gómez; Apodi, Ricardo Bueno e Warley.

VASCO

O Cruzmaltino chegou a Maceió na tarde dessa sexta (8) e fará o último treino na AABB, neste sábado (9). Para a partida contra o Azulão, Luxa não terá o zagueiro Leandro Castán e o atacante Marrony. Por outro lado, o zagueiro Werley retorna de lesão e ficará como opção para substituir o capitão vascaíno.

Com isso, o provável time é: Fernando Miguel, Yago Pikachu, Oswaldo Henríquez, Ricardo Graça (Werley) e Danilo Barcelos; Raúl, Fellipe Bastos e Freddy Guarín; Rossi, Bruno César e Felipe Ferreira.

ARBITRAGEM

Rodrigo Dalonso Ferreira será o dono do apito, com Éder Alexandre e Thiaggo Americano Labes como os assistentes. O trio é de Santa Catarina. Como quarto árbitro estará Denis da Silva Ribeiro Serafim, além do analista de campo Charles Hebert Ferreira.

Na arbitragem de vídeo (VAR), ficará Adriano Milczvski (PR), tendo o capixaba Dyorginnes Jose Padovani de Andrade e o catarinense Kleber Lucio Gil. E Emerson Luiz Sobral (PE) será o observador do VAR.

*Sob supervisão da Editoria de Esportes.

Mais matérias
desta edição