app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5714
Esportes

Cruzeiro quer ficar perto da classifica��o

Belo Horizonte - Depois do polêmico empate por 2 a 2 com o Corinthians, quarta-feira, pela Copa do Brasil, o Cruzeiro concentra todas as atenções no confronto com o Criciúma, neste domingo, às 16h, no Mineirão, pela Copa Sul-Minas. A equipe comandada pelo

Por | Edição do dia 17/03/2002 - Matéria atualizada em 17/03/2002 às 00h00

Belo Horizonte - Depois do polêmico empate por 2 a 2 com o Corinthians, quarta-feira, pela Copa do Brasil, o Cruzeiro concentra todas as atenções no confronto com o Criciúma, neste domingo, às 16h, no Mineirão, pela Copa Sul-Minas. A equipe comandada pelo técnico Marco Aurélio coloca em jogo a liderança isolada da competição, na qual soma 23 pontos e ainda não foi derrotada. O treinador não terá em campo o atacante Edílson e o zagueiro Cris, suspensos pelo terceiro cartão amarelo. No ataque, o escolhido para compor a frente com Fábio Júnior é o garoto Joãozinho, que começa uma partida pela primeira vez na temporada depois de fazer grandes apresentações nas segundas etapas das últimas partidas. A defesa terá Marcelo Batatais ao lado de Luisão. Como o Cruzeiro estará em casa, Marco Aurélio abandona o esquema que usou contra o Corinthians, com três volantes. O ex-americano Ruy, autor do passe de bicicleta para Sorín, no gol de empate com o Corinthians, entra desde o início na intermediária, na vaga do volante Augusto Recife, e atua como armador, junto com Jussiê. O restante da equipe é o mesmo que atuou no Morumbi. No Criciúma, o técnico Cuca confirmou a estréia do zagueiro Cametá, contratado junto ao Remo. Assim, o time jogará no esquema 3-5-2. A única dúvida no time que começa jogando está entre os atacantes Carlos Henrique e Anderson Lobão. Cruzeiro: Jefferson; Maicon, Luisão, Marcelo Batatais e  Sorín; Fernando Miguel, Ricardinho, Ruy (Jorginho Paulista) e  Jussiê; Joãozinho e Fábio Júnior (Lúcio). Criciúma: Roberto; Cametá, André Turato e Luciano; Luciano Martins, Juca, Paulo César, Cléber Monteiro e Alonso;  Jefferson Feijão, Carlos Henrique (Anderson Lobão).

Mais matérias
desta edição