app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5714
Esportes

Rio-SP: Palmeiras defende lideran�a contra Lusa

São Paulo - Palmeiras e Portuguesa entram em campo,  neste domingo, às 16h, no Estádio Benedito Teixeira, em São  José do Rio Preto, vivendo momentos distintos no Torneio  Rio-São Paulo. Enquanto, o Verdão é o melhor paulista da competição, a Portuguesa

Por | Edição do dia 17/03/2002 - Matéria atualizada em 17/03/2002 às 00h00

São Paulo - Palmeiras e Portuguesa entram em campo,  neste domingo, às 16h, no Estádio Benedito Teixeira, em São  José do Rio Preto, vivendo momentos distintos no Torneio  Rio-São Paulo. Enquanto, o Verdão é o melhor paulista da competição, a Portuguesa tem a pior campanha do Estado. Para completar a desigualdade, o Palmeiras também lidera o torneio. Em nove rodadas, o Verdão somou 22 pontos - um aproveitamento excepcional de 81,4% dos pontos disputados. Foram sete vitórias, um empate e apenas uma derrota. Se o Verdão lidera, a Portuguesa está lutando desesperadamente para se livrar do rebaixamento. Com apenas 10 pontos ganhos e ocupando a 12a  colocação, a Lusa estaria fora do Rio-São Paulo de 2003. De acordo com o regulamento, o pior paulista não disputa o torneio no ano seguinte. Apesar da situação complicada - a Lusa está três pontos atrás do Jundiaí, segundo pior paulista -, o técnico Valdyr Espinosa não está muito otimista com relação ao clássico. “Pelo bom momento deles, e pela qualidade técnica, eu acho que eles podem ser apontados como favoritos”, afirmou o treinador. Se o técnico lusitano joga o favoritismo para o Palmeiras, os jogadores do Verdão não querem saber do clima de “já ganhou”. O elenco acredita que o clássico é um momento propício para uma recuperação da Portuguesa no Torneio Rio-São Paulo. Palmeiras - Marcos; Arce, Alexandre, César e Daniel;  Claudecir, Galeano, Juliano e  Alex; Christian e Itamar. Portuguesa - Bosco; Márcio Goiano, Rogério Pinheiro, Sílvio  Criciúma (Vinícius) e Paulo Fabrício; Marcus Vinícius (Lelo),  Souza, Uribe e Evandro; Ricardo Oliveira e Sinval.

Mais matérias
desta edição