app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5715
Esportes

Scolari completa lista e ignora Rom�rio

Rio de Janeiro - O técnico da Seleção Brasileira, Luiz Felipe  Scolari, completou ontem a lista  dos convocados para o amistoso contra a Iugoslávia, marcado para  quarta-feira, em Fortaleza. O atacante Romário ficou de fora mais uma vez. Artilheiro do

Por | Edição do dia 22/03/2002 - Matéria atualizada em 22/03/2002 às 00h00

Rio de Janeiro - O técnico da Seleção Brasileira, Luiz Felipe  Scolari, completou ontem a lista  dos convocados para o amistoso contra a Iugoslávia, marcado para  quarta-feira, em Fortaleza. O atacante Romário ficou de fora mais uma vez. Artilheiro do Campeonato Brasileiro de 2001, o vascaíno não é chamado desde julho, quando o Brasil enfrentou o Uruguai, em Montevidéu, pelas eliminatórias sul-americanas. Nos últimos dez dias, o jogador teve dois problemas de saúde: um mal-estar que o tirou da partida contra o Flamengo e uma virose no fim de semana passado. Para o ataque, Scolari chamou Edilson, do Cruzeiro, e Luizão, que ainda não estreou pelo Grêmio e não participa de uma partida desde o dia nove de fevereiro, quando ainda defendia o Corinthians. Para o gol, o treinador convocou Marcos, do Palmeiras, e Rogério Ceni, do São Paulo, que havia sido cortado do amistoso contra a Islândia devido a uma contusão. O lateral-direito Belletti, que está na reserva do São Paulo, também faz parte da lista, assim como os zagueiros Juan, do Flamengo, e Ânderson Polga, do Grêmio; os volantes Gilberto Silva, do Atlético-MG, e Kléberson, do Atlético-PR; e os meias Juninho, do Flamengo, e Kaká, do São Paulo. Esses 11 atletas se juntarão a outros 11 que atuam no Exterior e haviam sido convocados na última semana. O meia-atacante Rivaldo, do Barcelona (Espanha), não se apresentará devido a uma contusão no joelho esquerdo. Entre os jogadores que participaram das últimas convocações, as principais ausências são o zagueiro cruzeirense Cris; o lateral Paulo César, do Fluminense; o volante Vampeta, do Corinthians; e o atacante Washington, da Ponte Preta. O meia Alex, do Palmeiras, e o atacante França, do São Paulo, que receberam uma oportunidade contra a Islândia também ficaram de fora. Scolari afirmou que 90% do grupo chamado para enfrentar a Iugoslávia irá à Copa do Mundo .

Mais matérias
desta edição