Nº 0
Esportes Renatinho e Geovane foram apresentados nesta segunda-feira (13) e falaram sobre seus objetivos para este ano com a camisa do time azulino

CSA apresenta Geovane e Renatinho para temporada 2020

Em entrevista coletiva no CT Gustavo Paiva, jogadores exaltaram suas respectivas qualidades

O CSA apresentou no início da noite dessa segunda-feira (13) o volante Geovane e o meia Renatinho, no Centro de Treinamentos Gustavo Paiva. Os atletas que chegaram ao Azulão por indicação do técnico Maurício Barbieri falaram com a imprensa e se apresentaram, falaram sobre estilo de jogo, entrosamento com os companheiros e metas para 2020.

O volante Geovane se disse bastante ofensivo. “Tenho a característica de marcação forte e gosto de chegar ao ataque para marcar gols, tive uma boa passagem pelo Vila Nova, onde fiz muitos gols em 2017. Sou bastante solidário também e espero marcar gols com a camisa do CSA também e ser feliz”, comentou o jogador marujo.

Já Renatinho se mostrou um jogador obediente taticamente, que além de ser o homem da criação azulina pode contribuir na marcação. “Sou forte na bola parada, também gosto de chegar à área e fazer gols, mas, claro, servir meus companheiros, pois é a minha função. Além de ajudar na marcação, gosto de ajudar a equipe, afinal, somos onze jogadores”, disse o meia.

Quanto à relação com o treinador Maurício Barbieri, os dois atuaram sob o comando do comandante no Goiás em 2018, eles citaram a relação de confiança com o ‘chefe’. “O Barbieri é um excelente profissional, conversa conosco no campo e existe essa confiança por ele nos querer aqui no grupo e que nós possamos retribuir isso ao trabalhar focado no dia a dia”, disse Geovane.

“Isso nos deixa muito felizes. Voltar a trabalhar com ele prova que o trabalho que fizemos no Goiás foi qualificado e, assim como o Geovane, eu tô muito feliz de representar essa camisa”, comentou Renatinho.

Sobre 2019, Renatinho fez uma análise e disse que não foi como esperado devido às lesões. “Infelizmente no meu segundo turno acabei me lesionando, mas enquanto estive em campo eu desempenhei meu bom futebol, não me recordo quantas assistências fiz lá, mas marquei dez gols em 25 partidas e passou o ano de 2019. Estou aqui e quero resultados positivos, quero marcar dez, quinze, vinte gols, o máximo que puder pelo CSA”, comentou.

Em 2019, Renatinho sofreu duas lesões musculares na coxa esquerda, além de uma tendinite no joelho, o que lhe impediu de finalizar a temporada atuando. Ao chegar ao clube marujo o meia fez trabalhos para fortalecimento e garante estar apto para entrar em campo. “Os primeiros treinos eu fiz a parte física e fortalecimento, mas o torcedor pode ficar tranquilo que já estou 100%. Claro, tenho que manter o cuidado e estar sempre fortalecendo para não acontecer novamente”, garantiu o “camisa 10” do Azulão.

* Sob supervisão da editoria de Esportes.

Mais matérias
desta edição