app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5716
Esportes

CSA fica perto da vaga se vencer Cear�

A volta de Capitão ao meio-campo é o maior reforço que o time do CSA ganha para a partida deste domingo contra o Ceará, no Estádio Rei Pelé, às 16h, valendo pela fase de classificação do Campeonato do Nordeste. Ausente do time na derrota por 4x1 para o

Por | Edição do dia 24/03/2002 - Matéria atualizada em 24/03/2002 às 00h00

A volta de Capitão ao meio-campo é o maior reforço que o time do CSA ganha para a partida deste domingo contra o Ceará, no Estádio Rei Pelé, às 16h, valendo pela fase de classificação do Campeonato do Nordeste. Ausente do time na derrota por 4x1 para o Bahia, em Salvador, quando perdeu a invencibilidade de 14 jogos que mantinha na temporada 2002, o experiente jogador fez muita falta, já que é a referência do meio-campo e sua experiência vinha sendo fundamental para o sucesso do time. A equipe sofre duas mudanças em outros setores, por força de problemas disciplinares: o quinto cartão amarelo do zagueiro Márcio Pereira e a expulsão de Cleiton, com o técnico Heriberto da Cunha devendo optar por Bartô e Pedrinho Maradona, mas só confirma o time no estádio. O CSA perdeu a sua invencibilidade em 2002, mas continua como segundo colocado na tabela e com grandes possibilidades de se classificar para o quadrangular decisivo e lutar por uma das três vagas para a Copa dos Campeões, em junho e julho. O jogo deste domingo é de fundamental importância para a equipe comandada por Heriberto da Cunha, pois m caso de vitória, será dado um passo decisivo em busca dessa classificação tão almejada pelos azulinos. O que o técnico exige é que o CSA seja um time determinado para conseguir o maior objetivo que é a vitória, mesmo sabendo que o Ceará merece todo o respeito e todo o cuidado, pois está ferido por ter sido eliminado da Copa do Brasil pelo CSA. A campanha do CSA, em jogos oficiais este ano, é considerada excelente. O time disputou 15 partidas: onze confrontos pelo Campeonato do Nordeste - onde o time é vice-líder - com seis vitórias e quatro empates e uma derrota, e quatro pela Copa do Brasil, com três vitórias e um empate. CSA - Santos; Marco Aurélio, Bartô (Carlos Alberto) uninho Goiano; Capitão, Geninho, Rubiano e Pedrinho Maradona (Eliel)); Cristiano e Toninho.

Mais matérias
desta edição