app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5715
Esportes

Time alagoano traz m�s lembran�as aos cariocas

Nas oitavas-de-final da Copa do Brasil, o Vasco terá pela frente um adversário que não lhe traz boas recordações. Em 1992, o CSA foi o algoz do time carioca ainda na segunda fase da competição. Após um empate por 3 x 3 em Maceió, a equipe alagoana avançou

Por | Edição do dia 27/03/2002 - Matéria atualizada em 27/03/2002 às 00h00

Nas oitavas-de-final da Copa do Brasil, o Vasco terá pela frente um adversário que não lhe traz boas recordações. Em 1992, o CSA foi o algoz do time carioca ainda na segunda fase da competição. Após um empate por 3 x 3 em Maceió, a equipe alagoana avançou no torneio com uma vitória por 1 x 0, em pleno estádio de São Januário. Neste ano, a história começa da mesma maneira. No sorteio realizado na CBF, foi determinado que o primeiro jogo entre Vasco e CSA será hoje, no estádio Rei Pelé, em Maceió. A partida de volta está marcada para 3 de abril, em São Januário. Levando-se em conta as campanhas de ambas as equipes em 2002, o duelo promete ser acirrado. Em 23 jogos na temporada, o Vasco perdeu apenas dois - 3 x 0 para o São Caetano, e 3x1 para o Fluminense pelo Rio-São Paulo, competição na qual ocupa a quinta colocação -, enquanto o CSA esteve invicto há pouco tempo, mas perdeu os dois últimos jogos – 4x1 para o Bahia (Salvador) e 1x0 para o Ceará (Maceió) – pelo Campeonato do Nordeste, onde ocupa o segundo lugar com 22 pontos. Na Copa do Brasil, está invicto. Além de nunca ter conquistado a Copa do Brasil, o Vasco possui mau retrospecto na competição, que classifica seu campeão para a Copa Libertadores. Em quatro oportunidades o time cruzmaltino foi derrotado na segunda fase por equipes de pouca expressão no cenário nacional: Vitória, em 1989; Remo, em 1991; e Goiás, em 99, além do CSA. O mais longe que o Vasco chegou foi às quartas-de-final. Em 93 e 98 foi eliminado pelo Cruzeiro, em 94, pelo Grêmio, e, em 95, pelo Corinthians. O Cruzeiro novamente foi o algoz em 96, mas na segunda fase, onde também se deu a queda no ano seguinte, diante do Atlético-PR. Em 2000, foi superado pelo Fluminense e caiu nas oitavas-de-final. O Vasco só não participou das edições da Copa do Brasil de 1990 e 2001.

Mais matérias
desta edição