app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5715
Esportes

Roberval trabalha para melhorar aproveitamento ofensivo do CRB

A maior preocupação do técnico Roberval Davino durante os preparativos da semana é aprimorar as finalizações e armar jogadas ofensivas, visando ao jogo de domingo, contra o Botafogo, em João Pessoa, quando o time alvirrubro será obrigado a vencer para con

Por | Edição do dia 28/03/2002 - Matéria atualizada em 28/03/2002 às 00h00

A maior preocupação do técnico Roberval Davino durante os preparativos da semana é aprimorar as finalizações e armar jogadas ofensivas, visando ao jogo de domingo, contra o Botafogo, em João Pessoa, quando o time alvirrubro será obrigado a vencer para continuar com chances de classificação à fase decisiva do Campeonato do Nordeste. Ao longo do torneio, o CRB jogou bem na maioria dos jogos, sempre dominando os adversários, dentro e fora de casa, mas errou demais nas conclusões a gol. “Poderíamos estar hoje numa situação bastante confortável se não tivéssemos errado tanto nas finalizações. Todos que criaram as chances não perderam porque quiseram, talvez infelicidade ou tranqüilidade na jogada final de ataque. Mas vamos continuar na luta e esperamos que a partir de domingo as oportunidades de gol sejam concluídas com sucesso”, disse o técnico. Insistência Para melhorar o arremate, Davino tem insistido no treinamento deste fundamento, com chutes de curta e média distâncias. Além disso, o treinador está montando estratégias ao ensaiar novas jogadas ofensivas. “Temos criado muitas chances com jogadas trabalhadas, inclusive repetidas nos treinamentos. Precisamos de mais algumas, tentando chegar com maior freqüência ao gol”, completou Davino. Sobre a equipe, não há quase nenhuma dúvida de que a formação que iniciou a partida contra o Vitória, em Salvador, será repetida. Até porque o time foi muito bem, só perdendo o jogo por falta de melhor finalização e falhas individuais inesperadas. De qualquer forma, o comando técnico vai aguardar a realização do coletivo final. No jogo anterior, o CRB usou três zagueiros, Saymon, Marcão e Bruno. Caso mude de idéia, sacará um destes para a escalação de Marcelinho, tornando o time ainda mais ofensivo. A boa participação de Edílson também deixou o técnico satisfeito. Ele poderia até substituir Calixto como ala esquerdo.

Mais matérias
desta edição