app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5716
Esportes

Futsal europeu � invadido por jogadores brasileiros

A Europa é o principal pólo importador do futsal brasileiro. Pela primeira vez, a CBFS (Confederação Brasileira de Futsal) divulgou o número de transferências de jogadores para o exterior. Um total de 86 atletas do país migraram para o exterior no ano pas

Por | Edição do dia 31/03/2002 - Matéria atualizada em 31/03/2002 às 00h00

A Europa é o principal pólo importador do futsal brasileiro. Pela primeira vez, a CBFS (Confederação Brasileira de Futsal) divulgou o número de transferências de jogadores para o exterior. Um total de 86 atletas do país migraram para o exterior no ano passado. Destes, quase a totalidade (85), foram jogar nas ligas européias. “Temos jogadores em todos os lugares do mundo. Já mandei atletas até para Cingapura e Tailândia. Mas, a Europa continua sendo o principal destino dos brasileiros”, afirmou Carlos Bittencourt, vice-presidente do Departamento Técnico da CBFS. “O mercado europeu está se abrindo cada vez mais. Outros países do continente como Grécia, Irlanda e França, já manifestaram interesse pelos nossos jogadores”, completou o dirigente. Alagoas A Espanha, que conta com a principal liga do mundo, é o país que mais levou brasileiros. Dos atletas que migraram para o exterior em 2001, 52,3% foram atuar no país. Hoje, 42 brasileiros disputam a divisão de honra espanhola -14 deles se naturalizaram e jogam com passaporte europeu. Até o futsal alagoano já participou dessa migração. Foi em 1999, quando o fixo e ala Douglas Teixeira de Araújo foi contratado pelo Ucam de Murcia. “Eu jogava na Astel e fomos participar do Campeonato Brasileiro, em Belo Horizonte. Por ter sido um dos destaques do certame, fui sondado pelo dirigente Carlos Bittencourt para me transferir para o exterior. Infelizmente, não passei mais do que três meses na Espanha porque eles queriam descontar a alimentação e a moradia do meu salário”, lembra Douglas Teixeira, que hoje treina os times do mirim ao juvenil do Colégio Santa Rosa, campeão dos Jogos Litorâneos do ano passado. Douglas Araújo, hoje com 31 anos, conta com uma clientela de 80 alunos e joga na AABB, porém de campeonatos extra-oficiais porque ainda está filiado à Confederação Espanhola. Antes de ir para a Europa, atuou no futsal do Sul, tendo defendido a AABB de Casca (RS) e a Associação São Miguel do Oeste (SC), em 95. Douglas é ainda professor de judô (faixa preta 2o DAN) do Santa Rosa e do Imaculada Conceição, além de ser proprietário da Academia Douglas Teixeira.

Mais matérias
desta edição