app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Esportes Goleiro do CSA, Thiago Rodrigues afirmou que voltou aos treinamentos num nível físico muito bom

CSA: Thiago elogia trabalho de Baptista em treinos online

Goleiro do Azulão comentou a volta aos treinamentos e falou sobre o início da Série B

Por debora rodrigues | Edição do dia 30/06/2020 - Matéria atualizada em 29/06/2020 às 18h19

O CSA está perto de completar uma semana de trabalhos físicos presenciais. Antes disso, os jogadores estavam há mais de três meses longe dos gramados e, por isso, a volta tem sido aos poucos, para não comprometer o físico dos atletas. Thiago Rodrigues, goleiro do Azulão, comentou que, inicialmente, as atividades estão sendo diferentes.

“Temos feito uma sequência de treinamentos pontuais, bem vagarosos mesmo. Nossa intenção nessa volta, a princípio, é desenferrujar um pouco, voltando a ter o contato social com os amigos e colegas de trabalho”, disse, em entrevista coletiva virtual.

Após reunião, a CBF definiu que a Série B do Campeonato Brasileiro deve começar no dia 8 de agosto, mas os clubes entraram com um pedido para que a Segundona possa ter início uma semana depois. Com esse retorno já previsto, as equipes vão retomando as preparações visando a esses jogos. Sobre esta questão, Thiago afirmou que há condições para a volta, mas é preciso ter paciência.

“Acho que dentro de um protocolo de segurança, que você possa fazer o teste, ter uma tranquilidade para desempenhar seu trabalho, sendo liberado pela OMS e o governo, eu acho que sim [tem condições de voltar]. A princípio, temos que ter tranquilidade. A ansiedade é muito grande para poder voltar, mas acho que, em primeiro lugar, vem a saúde”, destacou.

Para um jogador de futebol, três meses longe dos gramados parecem uma eternidade, mas o CSA e os clubes brasileiros aproveitaram para executar atividades diferentes. Em meio aos treinos físicos, também sobrou espaço para aprimorar mais a tática.

“Esse período agregou, na parte tática, muito para nós. O professor [técnico] Eduardo Baptista sempre estava ministrando, durante os treinos online, as táticas. Isso foi bom, porque, se nós estivéssemos naquela correria de jogos, eu penso que não seria tanta informação ou se iria agregar tanto conhecimento tático. É bom pegar profissionais como o Eduardo e você ver que o que sabia não era nada perto do que ele tem nos passado”, disse Thiago.

O arqueiro azulino ainda afirmou que voltou aos treinamentos num nível físico muito bom, mas que aproveitou a quarentena para desenvolver outras atividades, como passar mais tempo ao lado da família e colocar a leitura em dia.

“Minha quarentena foi bem proveitosa no sentido pessoal. Tivemos juntos, na nossa família, uma lua de mel, férias forçadas, mas pude aproveitar para estar mais próximo da minha família, da minha esposa. Gosto muito de ler, então, pude colocar a leitura em dia. Fiz alguns cursos online e, dentro disso, com nosso treinamento virtual, eu fui tentando suprir essa ausência física e técnica”, completou Thiago.

* Sob supervisão da editoria de Esportes.

Mais matérias
desta edição