app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5715
Esportes

T�cnico afirma ter d�vidas em tr�s setores para definir grupo

Rio de Janeiro - O técnico da Seleção Brasileira Luiz Felipe Scolari disse, ontem, durante a divulgação da lista dos jogadores que atuam fora do País, convocados para o amistoso do dia 17 de abril contra Portugal, que tem dúvidas em três setores em relaçã

Por | Edição do dia 03/04/2002 - Matéria atualizada em 03/04/2002 às 00h00

Rio de Janeiro - O técnico da Seleção Brasileira Luiz Felipe Scolari disse, ontem, durante a divulgação da lista dos jogadores que atuam fora do País, convocados para o amistoso do dia 17 de abril contra Portugal, que tem dúvidas em três setores em relação ao grupo que vai à Copa. Para Felipão, há dúvidas quanto ao gol, à defesa e ao meio-de-campo. Para a defesa, o treinador disse que ainda não sabe se seria melhor levar quatro ou cinco zagueiros: Lúcio, Edmilson, Roque Junior, Juan e Cris vêm sendo convocados sistematicamente. No gol, Felipão diz ter quatro nomes para três vagas- Marcos, Dida, Rogério Ceni e Julio César. Por fim, o técnico tem dúvida na posição que ele chama de “meia ponta-de-lança” - jogador que atua na ligação do meio-campo com o ataque. Romário A entrevista coletiva convocada pelo técnico Luiz Felipe Scolari, na manhã de ontem, serviria apenas para anunciar a lista dos jogadores para o amistoso contra Portugal, mas se transformou numa discussão em torno da ausência de Romário. O treinador foi acusado por jornalistas de privilegiar a imprensa do Rio Grande do Sul, já que na véspera explicou a uma emissora de rádio gaúcha as razões pelas quais não convoca o atacante vascaíno - assunto que se recusa a comentar durante as convocações. Jornalistas gaúchos presentes à coletiva saíram em defesa do treinador e protestaram contra o que consideram bairrismo às avessas. Felipão se defendeu. Garantiu não haver privilégio de ninguém e explicou que quando não está anunciando a lista de convocados se considera livre para falar sobre qualquer jogador. Irritado, disse que não é a imprensa que determina quando ele fala e sobre quem ele fala. “Não são vocês da imprensa que vão pautar a minha vida. Vocês querem polêmica, mas eu não vou polemizar. Eu já disse milhares de vezes que é uma questão técnica e tática”, afirmou.

Mais matérias
desta edição