app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5715
Esportes

Rom�rio aceitaria cartilha de t�cnico para disputar a Copa

Rio de Janeiro - Romário ainda não jogou a toalha. Apesar das declarações do técnico Luiz Felipe Scolari que deixam claro que o “Baixinho” não faz parte dos seus planos para a Copa do Mundo, Romário não desistiu de conquistar uma vaga entre os 23 que irão

Por | Edição do dia 04/04/2002 - Matéria atualizada em 04/04/2002 às 00h00

Rio de Janeiro - Romário ainda não jogou a toalha. Apesar das declarações do técnico Luiz Felipe Scolari que deixam claro que o “Baixinho” não faz parte dos seus planos para a Copa do Mundo, Romário não desistiu de conquistar uma vaga entre os 23 que irão à Coréia do Sul e ao Japão. E para isso, o polêmico atacante estaria disposto até a acatar a cartilha que o técnico gaúcho pretende impor à seleção. Segundo Scolari, Romário teria ficado fora de seus planos por ter mostrado indisciplina na única vez em que foi convocado - contra o Uruguai, nas eliminatórias - e pelo técnico entender que sua convocação poderia prejudicar o ambiente do grupo. Para tentar mudar a decisão de Scolari, um humilde Romário disse ontem que um grupo precisa de sacrifícios para ser campeão de uma Copa do Mundo. “Em 1994, nós, jogadores da seleção, deixamos de lado algumas coisas e o Brasil acabou sendo campeão. Em 1990, isso não aconteceu, e o resultado não foi positivo”, disse Romário. Nos próximos dias a comissão técnica da Seleção Brasileira pretende divulgar uma cartilha para orientar o comportamento dos jogadores brasileiros durante a Copa do Mundo. Entre as medidas estão o racionamento de ligações telefônicas e visitas a concentração. Romário acrescentou que se for convocado poderá levar para a seleção experiências positivas que teve nas outras Copas disputadas. “Se ele me der essa oportunidade, vou levar as coisas positivas que vi e que podem ajudar o grupo. O que eu posso dizer é que cada um deve abrir mão de alguma coisa para ser vencedor”, completou. A convocação final da seleção para a Copa será no dia 2 de maio. “Até lá, vou fazer de tudo para estar física e tecnicamente cem por cento para ser convocado. Se isso acontecer, vou ficar muito feliz e vou realizar um sonho de defender mais uma vez o Brasil”, disse Romário.

Mais matérias
desta edição