app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5715
Esportes

Rom�rio chora e pede desculpas a Felip�o

Rio de Janeiro - O atacante Romário, do Vasco da Gama, chorou bastante na entrevista coletiva que ele convocou na tarde de ontem na sala da presidência da equipe carioca. O jogador  afirmou que ainda tem esperança de ir à Copa do Mundo e que fará tudo o

Por | Edição do dia 05/04/2002 - Matéria atualizada em 05/04/2002 às 00h00

Rio de Janeiro - O atacante Romário, do Vasco da Gama, chorou bastante na entrevista coletiva que ele convocou na tarde de ontem na sala da presidência da equipe carioca. O jogador  afirmou que ainda tem esperança de ir à Copa do Mundo e que fará tudo o que for possível para disputar o Mundial. “Tenho comigo que quando tiver um pouco de esperança vou fazer a minha parte, vou dar tudo. Até onde um ser humano puder chegar eu vou chegar”, falou o jogador, bastante emocionado. Romário chegou até a pedir desculpas por alguma coisa que possa ter feito ao técnico da seleção, Luiz Felipe Scolari. “Nenhuma atitude minha e nada do que falei no período dessa nova comissão reprovam a minha presença do grupo. Mas mesmo assim gostaria de pedir desculpas por alguma coisa que eu possa ter feito ou deixado de fazer”, falou Romário. A entrevista começou com uma hora de atraso e foi acompanhada por jornalistas de todo o mundo. O atacante Romário afirmou ontem que não aconteceu nada em Montevidéu que fizesse com que o técnico Luiz Felipe Scolari não o chamasse mais para a seleção. O jogo contra o Uruguai, em Montevidéu, válido pelas eliminatórias da Copa, foi o único em que Felipão trabalhou com Romário. “Quero deixar bem claro o seguinte: em nenhum momento nesses dez dias que convivi com o Felipão fiz algo que desabonasse a minha volta à seleção. Eu tenho consciência de que nada da minha parte foi feito de errado”, falou Romário. Frustração Mesmo se passar a frustração de não disputar a Copa do Mundo, o atacante Romário, do Vasco, não vai abandonar o futebol. A garantia foi dada pelo próprio jogador na entrevista coletiva cedida na sede da equipe, no Rio de Janeiro. “Não penso em largar o futebol, primeiro porque amo aquilo que faço, que é jogar futebol, depois tenho a certeza de que terei uma oportunidade de, jogando futebol, agradecer as pessoas que me ajudaram”, falou Romário. O atacante aproveitou a entrevista para agradecer ao carinho da torcida brasileira, que quer a volta do jogador à seleção. “Eu sempre tive comigo que o brasileiro gostava de mim. Sentia isso nos lugares que ia, com as pessoas que falava. Isso para mim marca mais que uma vitória, que um gol, talvez mais até do que um título mundial. Vou agradecer ao povo brasileiro por tudo que tem feito para eu voltar para a seleção. É realmente algo que nunca vou esquercer”, afirmou Romário.

Mais matérias
desta edição