app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5714
Esportes

Guga mant�m vice-lideran�a no ranking

São Paulo - Como era mesmo de se esperar, por causa dos  confrontos da Copa Davis, não  houve surpresas, nem significativas mudanças na lista de ranking  divulgada ontem pela Associação  dos Tenistas Profissionais (ATP). Assim, Gustavo Kuerten, cada vez

Por | Edição do dia 09/04/2002 - Matéria atualizada em 09/04/2002 às 00h00

São Paulo - Como era mesmo de se esperar, por causa dos  confrontos da Copa Davis, não  houve surpresas, nem significativas mudanças na lista de ranking  divulgada ontem pela Associação  dos Tenistas Profissionais (ATP). Assim, Gustavo Kuerten, cada vez mais próximo de sua volta às quadras, manteve a vice-liderança por mais uma semana, atrás do australiano Lleyton Hewitt, disparado na primeira posição. Guga já começa a sofrer ameaça do espanhol Juan Carlos Ferrero, que está a 555 pontos do brasileiro, e esta semana disputa o ATP Tour do Estoril, em Portugal. Mas mesmo que venha a conquistar o título, ainda assim não somaria o suficiente para roubar de Guga a vice-liderança do ranking de entradas da ATP. Além de Guga, o tênis brasileiro conta com mais três jogadores entre os cem primeiros da ATP. Fernando Meligeni - que joga esta semana no Estoril - ocupa a posição de número 59, enquanto André Sá - joga em Casablanca - está em 87º; e Flávio Saretta - enfrentará Meligeni na estréia do Estoril, nesta terça-feira - ocupa a 94.ª colocação. Confira os dez primeiros da lista da ATP: Lleyton Hewitt - (AUS) - 4.520 pontos; 2) Gustavo Kuerten (BRA) - 3.275 pontos; 3) Juan Carlos Ferrero (ESP) - 2.720 pontos; 4) Yevgeny Kafelnikov (RUS) - 2.675 pontos; 5) Tim Henman (GBR) - 2.545 pontos; 6) Tommy Haas (GER) - 2.475 pontos; 7) Marat Safin (RUS) - 2.475 pontos; 8) Sebastien Grosjean (FRA) - 2.260 pontos; 9) Thomas Johansson (SUE) 2.245 pontos; 10) Andre Agassi (USA) - 2.195 pontos; 59) Fernando Meligeni (BRA) - 659 pontos; 87) André Sá (BRA) - 463 pontos; 94) Flávio Saretta (BRA) - 423 pontos. Davis O tênis brasileiro terá de torcer duplamente amanhã, em Londres, quando a Federação Internacional estará sorteando a chave da repescagem para o grupo mundial da Copa Davis. Diante dos oito possíveis adversá-rios para a rodada de 20 a 22 de setembro, há maior probabilidade de o Brasil jogar fora de casa. A repescagem é formada pelos oito perdedores de primeira rodada do grupo mundial deste ano e pelos oito finalistas dos zonais classificatórios. Os vencedores jogarão o grupo mundial de 2003 e os perdedores ficarão nos zonais, a chamada segunda divisão.

Mais matérias
desta edição