app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5691
Esportes

Esporte tem novo caso de morte

São Paulo - O jogador de basquete letão Raimonds Jumikis, 23, morreu, terça-feira, durante uma partida da liga sueca. Jumikis sofreu uma parada cardíaca enquanto disputava o jogo, válido pela primeira divisão da Suécia. Ele foi declarado morto assim que

Por | Edição do dia 12/02/2004 - Matéria atualizada em 12/02/2004 às 00h00

São Paulo - O jogador de basquete letão Raimonds Jumikis, 23, morreu, terça-feira, durante uma partida da liga sueca. Jumikis sofreu uma parada cardíaca enquanto disputava o jogo, válido pela primeira divisão da Suécia. Ele foi declarado morto assim que chegou ao hospital Karolinska. Segundo Daniel Wihborg, ex-colega de clube de Jumikis, o atleta tinha conhecimento de sua condição cardíaca, mas os médicos o avaliaram como apto a jogar. “Estamos em estado de choque. Não é algo que pensemos que possa acontecer com um atleta e para o qual estejamos preparados”, afirmou Kenth Johansson, presidente da liga sueca de basquete. O mundo dos esportes tem visto com incredulidade um grande número de mortes durante as competições. O caso mais emblemático foi o caso do húngaro Miklos Fehér, que jogava no time de futebol do Benfica e morreu durante uma partida, no dia 25 de janeiro. Dois dias depois, um outro jogador sueco teve um infarte enquanto fazia aquecimento e também morreu. Kaevlinge Gif tinha 30 anos e caiu subitamente durante os exercícios. No dia 30 de janeiro, outra morte em um jogo de futebol. No Chile, Diego Gallardo Cárcamo, de 22 anos, disputava uma partida amistosa e caiu em campo depois de 30 minutos de bola rolando. Um dia antes da morte de Jumikis, o jóquei Mike Rowland também protagonizou uma tragédia. Com cerca de 4 mil vitórias no currículo, o esportista caiu do cavalo durante uma corrida, na última segunda-feira, e morreu após ser pisado por um outro animal que disputava o páreo.

Mais matérias
desta edição