app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Esportes Assembleia Geral para aprovação das contas da FAF foi realizada de forma remota, nessa sexta (30)

Por unanimidade, clubes aprovam contas da FAF

Assembleia Geral foi realizada de forma remota, na manhã desta sexta-feira (30); CRB não participou do encontro

Por Fernanda Medeiros/Com Ascom FAF | Edição do dia 01/05/2021 - Matéria atualizada em 30/04/2021 às 18h17

Em Assembleia Geral realizada de forma remota, conduzida pelo presidente da Federação Alagoana de Futebol (FAF), Felipe Feijó, os clubes de futebol de Alagoas aprovaram, na manhã dessa sexta-feira (30), por unanimidade, a Prestação de Contas da entidade, referente ao ano de 2020. Na ocasião também foi aprovada a previsão orçamentária da FAF para este ano de 2021, que ficou estimada em receitas no valor R$ 3.683.475,00 e com despesas previstas de R$ 3.862.504,00.

Durante a assembleia, foram apresentados os relatórios dos auditores independentes, compostos por todos os balanços financeiros da entidade. Felipe Feijó, em seguida, também mostrou o relatório de despesas, receitas e os resultados da FAF nos últimos anos.

Dos 18 clubes aptos pela FAF, que estão com as contas em dia, 11 participaram da assembleia, com seus respectivos representantes: Zenício Neto (CSE), Higor Rafael (ASA), Elcio Marques (CSA), Francisco Luiz (Coruripe), José Wilker (CEO), Luciano Lessa (Desportivo Aliança), Geraldo Amorim (Murici) e Lucilo Brandão (Jaciobá), esses que disputam a 1ª Divisão do Alagoano. Além de: Cícero Santana (Dimensão Saúde), Wellington Soares (Cruzeiro) e Marcos Cézar (Atlético Alagoano), este último de Maceió, que deve iniciar a disputa das divisões de base em breve. O CRB foi o único clube da 1ª Divisão do Estadual que não participou do encontro.

Em 2020, mesmo com todas as dificuldades provocadas pela paralisação, por conta da pandemia do novo coronavírus, a FAF obteve a receita de R$ 3.344.631,00 e a despesa de R$ 3.161,648,00. Outro ponto do encontro, citado por Feijó foi a distribuição ao longo dos anos de receitas para os clubes da Série A do Alagoano. Segundo ele, a FAF deu um salto de R$ 410.000,00, em 2014, para R$ 835.000,00, em 2020.

“Essa evolução é graças ao trabalho que temos feito buscando valorizar as competições do futebol alagoano. Aliado a isso, temos um compromisso em melhorar a cada ano a gestão da FAF”, disse Felipe Feijó.

SATISFEITOS

Os presidentes dos clubes destacaram o trabalho feito pela entidade, nos últimos anos. “Tenho satisfação em aprovar as contas da FAF sabendo que os recursos são bem administrados”, disse Cícero Santana, presidente do Dimensão Saúde.

“A Federação está de parabéns. Em ano difícil, como foi 2020, a gestão do futebol alagoano deu exemplo em apresentar resultados excelentes. Nosso futebol está em um bom caminho”, destacou Luciano Lessa, presidente do Desportivo Aliança.

“Em nome do presidente Rafael Tenório, parabenizo a Federação pela valorização do Campeonato Alagoano, pelo alto nível das transmissões dos jogos”, ressaltou Elcio Marques, representante do CSA.

Mais matérias
desta edição