app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Esportes No primeiro Clássico das Multidões do ano, pelo Nordestão, o placar foi de 1 a 1; ambos se reencontram neste sábado (1º)

Clássico das Multidões: CSA e CRB se enfrentam valendo a liderança

Galo lidera o Alagoano, com 13 pontos, e Azulão vem logo atrás, com 12; jogo será neste sábado (1º), às 17h

Por Rafael Reis | Edição do dia 01/05/2021 - Matéria atualizada em 30/04/2021 às 18h34

Neste sábado (1º), pela segunda vez no ano, CSA e CRB se enfrentam no Clássico das Multidões. No primeiro encontro, pela Copa do Nordeste, o placar foi de 1 a 1, na fase de grupos. Agora, a partida é pelo Alagoano e vale a liderança da competição. A bola rola, às 17h, no Rei Pelé.

Mandante, o Azulão vive seu momento mais delicado na temporada. Já são quatro jogos sem vencer e com eliminações no Nordestão e na Copa do Brasil. Na última partida, empate por 0 a 0, com o Aliança, fora de casa, e chance de assumir a liderança do Estadual desperdiçada. O time é o vice-líder do Alagoano, com 12 pontos.

O Galo também vive momento semelhante: sem vitória nos últimos três jogos. Desde que Roberto Fernandes chegou ao Regatas, é a primeira vez que o time tem uma sequência deste tipo. Com a derrota para o Murici no último jogo, viu a sua vantagem na liderança diminuir e pode perdê-la, em caso de derrota. Com 13 pontos, é o líder do Estadual.

CSA

De técnico novo, o Azulão não poderá estrear seu comandante. Anunciado na última segunda (26), Bruno Pivetti chegou a comandar seus primeiros treinamentos, mas foi diagnosticado com a Covid-19 e agora cumpre o protocolo da CBF, que impõe dez dias de isolamento. Com isso, Adriano Rodrigues deverá dirigir a equipe.

Mesmo de longe, Pivetti terá alguns reforços para montar o time. Recuperados de lesões, o lateral direito Cristovam e o meia Nadson já treinam com a equipe desde a última segunda (26) e são opções. A última partida do meia foi em fevereiro e o lateral está fora desde março.

Quem também está recuperado é o goleiro Thiago Rodrigues, que usará um capacete especial para proteger a região da face, após pancada que sofreu contra o Ceará, no Nordestão. Já Rodrigo Pimpão, lesionado, está fora do clássico.

Assim, Pivetti não deverá fazer muitas mudanças em seu “primeiro” jogo pelo CSA, mantendo a base que Mozart usou em sua passagem pelo clube. O provável CSA é: Darley (Thiago Rodrigues), Norberto (Cristovam), Lucão, Matheus Felipe, Victor Costa; Geovane, Silas, Gabriel; Silvinho (Bruno Mota), Marco Túlio e Dellatorre.

Fora de campo, a direção azulina deve confirmar as contratações do zagueiro Wellington, ex-Juventude, e do volante/zagueiro Gabriel Tonini, da Caldense. Eles já estão no clube e vão fazer exames.

CRB

Além do jejum de vitórias, o CRB tem mais uma semelhança com o CSA neste momento da temporada. Roberto Fernandes também ficará de fora do clássico, por ter testado positivo para a Covid-19. Quem comandará a equipe será o auxiliar técnico Fernando Alves.

Já na escalação, o Galo deverá ter a volta de uma peça importante. Poupado contra o Murici, após um desconforto muscular, Lucão, artilheiro da equipe, deve voltar a ser titular.

Recuperado de lesão em um dos joelhos, o volante Wesley está liberado e deve compor o banco de Fernando Alves. Outro que pode reaparecer entre os relacionados é o volante Olívio, que cumpriu isolamento por causa da Covid e está liberado. Guilherme Romão também fica à disposição e vai para o jogo, enquanto Edson Mardden está fora da partida e nem foi relacionado.

Na zaga, titular contra o Murici, Ewerton Páscoa não tem vaga garantida e briga pela posição com o recém-chegado Eduardo Moura. Já o outro reforço apresentado, Matheus Mega, fica no banco. A provável escalação do CRB é: Diogo Silva; Reginaldo, Gum, Páscoa e Romão; Claudinei, Wesley e Diego Torres; Hyuri, Calyson e Lucão.

ARBITRAGEM

O árbitro central será Jonata de Souza Gouveia (CBF/AL). Ele será auxiliado por Wellintgton Thiago de Almeida (FAF) e Áldrin Freire Costa Matias (FAF). Éder Gregori Silva (FAF) ficará como quarto árbitro.

* Sob supervisão da editoria de Esportes.

Mais matérias
desta edição