app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Esportes Maceió, 12 de maio de 2021
Lance do jogo entre CRB X Aliança. Partida válida pela Semifinal do Campeonato Alagoano, Série A 2021, realizada no Estádio Rei Pelé em Maceió. Alagoas – Brasil.
Foto: Ailton Cruz

Comissão de Árbitros afasta Francisco Carlos por 30 dias

Segundo Charles Hebert, presidente da CA-FAF, Chicão assinalou um pênalti inexistente e interferiu no resultado de CRB 2x1 Aliança, na 4ª

Por Fernanda Medeiros e Raphael Silva | Edição do dia 14/05/2021 - Matéria atualizada em 14/05/2021 às 04h00

Depois de marcar um pênalti inexistente em favor do CRB, na partida decisiva da volta da semifinal do Alagoano, entre CRB e Aliança, nessa quarta-feira (12), o árbitro central Francisco Carlos do Nascimento, o Chicão, foi afastado pela Comissão de Arbitragem (CA-FAF), pelo período de 30 dias. Segundo o presidente da comissão, Charles Hebert, o árbitro "interferiu diretamente no resultado, em um jogo considerado decisivo".

A penalidade, que foi contestada por vários integrantes da imprensa esportiva, torcedores e, sobretudo, por dirigentes do Aliança, nas redes sociais e até mesmo durante a transmissão do jogo, foi assinalada no 1º tempo, quando o Galo perdia por 1 a 0.

Os Analistas Estaduais de Arbitragem fizeram avaliação da atuação de Chicão, utilizando o aplicativo IAFUT (Aplicativo de Avaliação da Arbitragem), desenvolvido em Santa Catarina. Também foi analisada por meio das imagens do jogo, transmitidas ao vivo pela FAFTV.

A atuação de Chicão teve nota 6.6, é claro, abaixo de 7,0, nota mínima exigida aos árbitros e assistentes. "Quem recebe nota abaixo de 7 é afastado para Aprimoramento Técnico. No caso dele, afastamos pelo período de 30 dias, em virtude de o equívoco ter prejudicado uma das equipes, interferindo no placar e no resultado da partida. Podendo ter prejudicado a equipe, até mesmo, em uma possível classificação para a final do Campeonato Alagoano", justificou Charles Hebert, em conversa com a Gazeta de Alagoas.

Ele explicou, ainda, que Francisco Carlos foi afastado pelo Regulamento da Comissão e pelas notas aferidas pelo IAFUT. "Desde 2018 implantamos o Portal da Transparência da Arbitragem", concluiu o presidente da CA-FAF.

Segundo relatório da comissão, Chicão teve "Arbitragem regular. Interpretação equivocada de uma jogada na área penal. Interferência no placar/vencedor".

Vale lembrar que o CRB se classificou para a grande final do Estadual, contra o rival CSA, cujo primeiro jogo será no próximo sábado, às 17 horas, no Rei Pelé.

ESCALA

E por falar em decisão, na tarde dessa quinta-feira (13), foi divulgada a escala de arbitragem para este jogo de ida da final Alagoano 2021. Quem comanda a partida é o árbitro Rafael Carlos Salgueiro. Ele será auxiliado por Maxwell Rocha Silva e Wellington Thiago de Almeida. Márcio dos Santos Oliveira atuará como quarto árbitro e Cláudio Camilo da Silva será o analista de campo. E no domingo (16), no estádio da Ufal, às 16h, o árbitro José Ailton da Silva apita Aliança x CSE, em Maceió, na partida de ida da decisão de 3º e 4º lugares. Ele será auxiliado por Benilson dos Santos e Maria Fátima de Mendonça. Gustavo da Silva será o quarto árbitro e José Elias Santos Filho será o analista de campo.

* Sob supervisão da editoria de Cidades.

Mais matérias
desta edição