app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Esportes CSA conquistou o seu 40º título do Alagoano no sábado (22), após vencer o CRB nos pênaltis

Após conquista, CSA se junta a seleto grupo de campeões estaduais

Com o troféu do Campeonato Alagoano conquistado no sábado (22), Azulão está entre os clubes com pelo menos 40 títulos estaduais

Por Guilherme Magalhães, Rafael Reis e Fernanda Medeiros | Edição do dia 25/05/2021 - Matéria atualizada em 25/05/2021 às 04h00

/CSA conquistou o seu 40º título do Alagoano no sábado (22), após vencer o CRB nos pênaltis

O título do último sábado (22), conquistado pelo CSA foi o 40º da história azulina no Campeonato Alagoano. Além de ser o clube com mais títulos estaduais em Alagoas, o time chega a uma prateleira muito desejada por todos os clubes brasileiros: a dos times que conquistaram pelo menos 40 títulos estaduais. Poucos clubes conseguiram o feito. Depois desse fim de semana, a lista só tem 13 times.


O Azulão já ocupava o Top 20 de mais títulos estaduais, porém, ultrapassou o Cruzeiro, que tem 39 Campeonatos Mineiros. O time alagoano se junta a ABC (56); Bahia (49); Paysandu (49); Rio Branco-AC (46); Remo (46); Atlético-MG (46); Internacional (45); Ceará (45); Fortaleza (44); Nacional-AM (43); Sport (42) e Grêmio (40), os únicos que têm 40 ou mais títulos estaduais.


Além disso, a marca do CSA dentro de Alagoas deve perdurar por mais tempo, pois agora fica com nove títulos de diferença em relação ao CRB. Levando em conta só os estaduais nordestinos, o Azulão fica com o posto de 6º clube com mais títulos na região.


Como foi

O CSA conseguiu seu 40º título na tarde do último sábado (22), após vencer o CRB por 4 a 3 nas penalidades. Isso depois de 90 minutos e mais os acréscimos dados à partida que, no tempo normal, terminou empatada por 1 a 1.


O duelo decisivo, disputado no Rei Pelé, foi ainda sem a presença do grande público, por conta da pandemia da Covid-19. O gol do CSA foi do artilheiro Bruno Mota – seu nono tento no Alagoano – aos 26 minutos da etapa inicial. Já o Galo fez o dele com Hyuri, aos 2 minutos do 2° tempo.


Nos pênaltis, Lucão, Romão e Diego Torres fizeram para o CRB; e Pimpão, Gabriel, Tonini e Silvinho marcaram os gols do CSA. Perderam: Jean Patrick e Jiménez (CRB), e Matheus Felipe (CSA).


Esse foi o quarto jogo do técnico azulino, Bruno Pivetti, no comando do CSA. E foi a primeira decisão do treinador à frente de um clube do Nordeste. Em 2020, ele conquistou a Recopa Mineira.


Fala, presidente!

Nome muito celebrado pela torcida azulina, o presidente Rafael Tenório comentou sobre a conquista do Alagoano. “É a realização de um sonho você poder conquistar coisas que jamais imaginaria. Quando você imagina o CSA de 2016, um clube sem calendário, desacreditado, que, no novo milênio, tinha sido rebaixado duas vezes no Estadual e, na nossa gestão, três vezes campeão alagoano, duas vezes vice-campeão brasileiro, uma vez campeão brasileiro, um acesso para a Série A. O único clube do futebol brasileiro com quatro ascendências seguidas. Um clube extremamente organizado. Isso é motivo de orgulho”, comemorou.


Comemorações à parte, agora o foco do time azulino passa a ser totalmente a Série B, onde pelo segundo ano seguido vai buscar o acesso. O CSA vai estrear na próxima sexta-feira (28), às 21h30, curiosamente, contra o campeão pernambucano, o Náutico, nos Aflitos, em Recife-PE.


* Sob supervisão da editoria de Esportes.

Mais matérias
desta edição